N

Award p/ você!



Não precisa pedir.
É seu! Ofereço-lhe,
de coração!Volte logo!


*****

N


N

N

N

N

Photobucket - Video and Image Hosting

N

*****

N

*****

Photobucket - Video and Image Hosting

N

*****

*****

N

N

*****

Calendário



*****

*****

*****

*****

*****

*****

Perfil

*****

Nome:Nilceu Francisco

Aniversário:11 de julho

Cidade:Campinas-SP

Gosto:Boas amizades, Viver, Conquistar, Amar

Hobby:Compor

Filmes:Aprecio a todos os gêneros

Músicas:Dance, Românticas... Preferidas :Folhas de outono; As rosas não falam, Palavras lindas; e tantas outras rsrs




*****

*****

*****

MAIS NOTÍCIAS

*****

*****

*****

*****

*****

SOM

*****

Aquarela do Brasil /Ari Barroso


*****

Destaque

N


Obrigado, Izilda

*****

N

PRÊMIOS RECEBIDOS .

MUITO OBRIGADO, GENTE!

N

*****


N

N

N

*****

VISITE O ESPAÇO COM MAIS PRÊMIOS;


É SÓ CLICAR NA IMAGEM ABAIXO!

*****

*****

*****

*****

*****

AMIGOS

*****

Adorável Pecadora
Afrodite
Aléxia
Amanda(Dinha)
Anderson
Andréia(Dea Cute)
Andréia(Portugal)
Andréia Yamashita
Ane
Angel
Angélica
Anny
As manas
Bárbara
Bella Nika
Betty Blue
Brumaximus
Bruno
Cacau
Carol
Cássia
Celi
Chulapa
Cida
Cida Mary
Cínthia(Cantinho Proib)
Cínthia Duim(Cem Coisinhas)
Cínthia(Madame Mim)
Cínthia Duim(Patinha Cute)
Cláudia
Clube Melhor Idade
C.M.I.(Festas)
C.M.I.(Happy Hour)
C.M. I.(Visitas)
C. M.I.(Votos)
Clube Real (Ludjero)
Cris Couto
Cristina Sueta
Cristiny
Cursed Lady
Deborah
Denise/Gifs
Deusa da Lua
Diego
Dininha
Docinho
Drica
Duda
Dulcinéia(Tutu Mineiro)
Edi Suely
Eimy
Élidy
Elo
Emi
Érika
Estrela/Ana Lucia
Estrela da noite
Estrelinha
Evanir(Anjos)
Evanir(Fonte)
Evanir(Homenagens)
Everton
Fabi
Fada azul
Fascinação(Blog)
Fascinação(Links)
Fascinação(Templates)
Fernanda
Fernando
Flávia
Flavinha
Flor de Luz
Flor Luz(Condomínio)
Fran
Giovanna(Cigana)
Giselle
Gismili
Gonçalo
Gorete
Gui
Halma Guerreira(Ganhe sala)
Halma Guerr(Personalizar)
Halma Guerreira(Site)
Halma Guerreira(Selos)
Halma Guerreira(Votação)
Hera
Iara/Visual
Ingrid Mascari
Iolanda
Íris
Isabel/Bell
Ises(Deise)
Izilda
Izilda(Sonhos)
Izilda(Votação)
Jadna
Janaina Saucedo
João Guilherme
Joésio
Juliana
Ju(Jumah)
Jussara
Kátia
Keka
Keka/Segredos
Kevin/Kauan
Kezia
Lady
Laine
Lais
Líbia(Magia Gifs)
Lidiany
Liege
Lila
Lily
Line
Loira Romântica
Lu Barreto
Lúcia
Lúcia Mi
Lúcia Oliveira
Luís Celso
Luiza
LuLopes
Lyane
Manoela
Manu
Márcia
Márcia Rocha
Marcilene(Caze)
Marcilene (Chamas)
Mari
Maria do Carmo
Maria Clara
Maria Laura
Maria Laura(Diário)
Marilda
Marina
Marina/Estrela Mar
Marinês
Marlene
Marta
Mary Boller
Mayara
Meguy
Melina
Melissa
Menina Boneca
Michelle
Milena
Mírian
Místico
Mom Kakau
Monaliza
Mônica
Moranguinha
Nadja/Drika
Nadjinha(Atelier)
Nancy(Lua)
Nancy(Poetisa)
Nany Show
Nany Manfredi
NeideMel
Neide(pastora)
Neise
Neiva
Nena
Nicole
Nikyta
Nilda
Nivea
Norminha
Norminha (O Jornal)
Nylda (Lisboa)
O cavaleiro negro
Patrícia ( Sapo.pt))
Patrícia(Zip.Net)
Paty
Penha
Raquel
Regiane
Regina(B Mistura)
Regina(Relua)
Regina Teofilo
Rita
Rita de Cassia
Rita(Mulher Feliz)
Roberta
Rosa
Rosa Flor(Regina)
Rosamaria
Rosana
Rosângela
Rose
Rose Marie
Ruttyely/Júnior
Samara Angel
Sandra
Sandra Erika
Sílvia
Sílvia Franco
Sir-K
Smareis(Escrevinhando)
Smareis(Fotolog)
Smareis(Reflexões)
Smareis(Refúgio)
Sol
Solange
Su Dengosa
Sueli Silva
Sueli(Susuka)
Suellen(Pensamentos)
Suellen
Tadinha
Tamara
Tatiana
Tete
Tina
Tia Lili
Truffa de Cereja
Tuga
Turka
Vanderlei(Aragão)
Vanessa(Loira 26)
Vanessa Ferreira
Vania
Vania(Coisas)
Virgínia
Vitória
Viviane Cardoso
Viviane(Flor)
Zeca Pestana

*****

*****

*****

Escreva!

*****

*****

*****

*****

Meus outros blogs


LOVE STORIESS


BLOG FOLCLORE


BLOG NILCEU


ARRAIAL CAIPIRA


GARGALHADAS


RECANTO SANTISTA


BLOG EDUCAÇÃO


BLOG POLÍTICA


BLOG ESPORTES


PROSAMOROSA


BLOG ADULTO


BYE, BYE, tristeza


FOTOLOG DA FAMA


HOME

*****

*****

*****

Visitas

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

LINKS

BOL
Datas
Midis Voice
PAN - Calendário
PAN- História
PAN- Locais de provas
Tabela Cores
Tabela Cores 2
UOL


*****

*****

*****

*****

*****

*****

VOTE!

Votação

Dê nota p/ meu blog

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

Indique



Indique esse Blog

*****

*****

*****

*****

*****

Arquivos

15/06/2008 a 21/06/2008

01/06/2008 a 07/06/2008

11/05/2008 a 17/05/2008

04/05/2008 a 10/05/2008

13/04/2008 a 19/04/2008

06/04/2008 a 12/04/2008

30/03/2008 a 05/04/2008

23/03/2008 a 29/03/2008

09/03/2008 a 15/03/2008

02/03/2008 a 08/03/2008

10/02/2008 a 16/02/2008

03/02/2008 a 09/02/2008

27/01/2008 a 02/02/2008

20/01/2008 a 26/01/2008

13/01/2008 a 19/01/2008

06/01/2008 a 12/01/2008

30/12/2007 a 05/01/2008

23/12/2007 a 29/12/2007

16/12/2007 a 22/12/2007

09/12/2007 a 15/12/2007

02/12/2007 a 08/12/2007

25/11/2007 a 01/12/2007

18/11/2007 a 24/11/2007

11/11/2007 a 17/11/2007

04/11/2007 a 10/11/2007

28/10/2007 a 03/11/2007

21/10/2007 a 27/10/2007

14/10/2007 a 20/10/2007

07/10/2007 a 13/10/2007

30/09/2007 a 06/10/2007

23/09/2007 a 29/09/2007

16/09/2007 a 22/09/2007

09/09/2007 a 15/09/2007

02/09/2007 a 08/09/2007

26/08/2007 a 01/09/2007

19/08/2007 a 25/08/2007

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

15/07/2007 a 21/07/2007

08/07/2007 a 14/07/2007


*****

*****

*****

*****

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

Créditos



*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

O NOSSO BRASIL...


Seja bem-Vindo(a)

ao mundo esportivo !

Acima estão algumas

das várias modalidades .

Escolha uma e pratique !

...MERECE SER AMADO !

GINÁSTICA RÍTMICA REPETE FAÇANHA DE 2003: TRÊS OUROS E UMA MEDALHA DE BRONZE

 

 

A equipe brasileira de ginástica rítmica repetiu o feito de Santo Domingo, em 2003, e ganhou três medalhas de ouro. A última conquista foi no conjunto misto, com três arcos e duas maças. As ginastas Daniela Leite, Marcela Menezes, Nicole Muller, Luisa Matsuo e Tayanne Mantovaneli tiveram a nota mais alta no segundo exercício do dia: 14.750.

As cubanas, maiores adversárias do Brasil, levaram a prata, com 13.875, e as mexicanas, o bronze, com 12.900 pontos.

ANA PAULA : BRONZE, NO INDIVIDUAL



Também neste sábado, as brasileiras tinham garantido a medalha dourada no exercício com cinco massas, com Natalia Sanchez no lugar de Daniela Leite. E, na sexta, as ginastas chegaram ao lugar mais alto do pódio ao vencer a prova geral por equipes.

No individual, Ana Paula Scheffer também teve sucesso. A ginasta conquistou o bronze no arco. Na última edição dos Jogos Pan-Americanos, em Santo Domingo, o esporte teve o mesmo resultado. Porém, na República Dominicana, a terceira colocação veio na prova das maças com a agora integrante do conjunto Tayanne Mantovaneli.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Fábio Gomes Silva é ouro no salto com vara

 

 

 

 

O brasileiro Fábio Gomes Silva conquistou a medalha de ouro na prova de salto com vara da competição de atletismo dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. O brasileiro garantiu o título ao alcançar a marca de 5,40m neste sábado, no Estádio João Havelange, o Engenhão.

 

Giovanni Lanaro, do México, ficou com a prata ao atingir a marca de 5,30m. Já o bronze foi para o argentino German Chiaraviglio, que conseguiu chegar a 5,20m.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Frio , chuva,aplausos e ouro    

 

 

 

A brasileira Sabine Heitling venceu a prova dos 3.000m com obstáculos da competição de atletismo dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, neste sábado, no Estádio João Havelange, o Engenhão. Após levar o ouro com a marca de 9min51s13, a gaúcha surpreendeu e comemorou o frio e a chuva. "Está igual o Rio Grande do Sul, do jeito que eu queria", disse.

 

Na reta de chegada, Sabine disputava o primeiro lugar com a também brasileira Zenaide Vieira, que desacelerou e não percebeu que a mexicana Talis Apud Martinez se aproximava.

 

Zenaide perdeu a medalha de prata muito perto da linha de chegada, sendo ultrapassada pela mexicana. A brasileira desperdiçou a chance de dobradinhas nos lugares mais alto do pódio por 28 centésimos de segundo. A mexicana terminou a prova em 9min55s43 e a brasileira, em 9min55s71.

"Ver o pessoal torcendo na chuva me motivou muito. Ganhei essa medalha por eles", disse Sabine. "Foi uma surpresa muito grande. Não esperava o ouro. Nem estou acreditando ainda", completou.

 

 

Já Zenaide lamentou a chance desperdiçada no finalzinho. "Eu já estava muito cansada, mas não senti a aproximação dela. A chuva atrapalhou um pouco, mas eu não errei tanto na desaceleração. Não estava em um dia bom", contou.

Terra

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Presidente da Odepa diz que falta muito para o Rio abrigar Olimpíada

 

“Na preparação de Rio houve sempre uma verdadeira obsessão de que seriam os melhores. Partiu nesse caminho, está nele, mas faltam 24 horas ainda e amanhã farei um balanço muito realista", afirmou o dirigente, que administra a instituição esportiva há mais de duas décadas, durante entrevista coletiva no Riocentro.

Ele, porém, apontou pelo menos um erro de organização: a Cidade do Rock, que abrigou o softbol e o beisebol. "Perfeito esse Pan não foi, mas foi muito bom. A falha no estádio do beisebol é muito difícil de explicar", disse Raña.

Ocasionais chuvas alagaram os campos sem drenagem e construídos em terreno alagadiço. Ventanias derrubaram a frágil estrutura montada em tendas de alumínio e lona. Também não havia tela de proteção para segurar a platéia das boladas.

"Do Rio, levo muitas coisas que não se deve fazer. Outras muitas que devem ser repetidas", decretou o dirigente, que joga um balde de água fria naqueles que acham que o Pan credenciou a cidade para sediar os Jogos Olímpicos. "Fazer um Pan não dá o direito de ganhar os Jogos Olímpicos. Há muito trabalho por fazer. É difícil convencer os 120 membros do comitê executivo do COI."

Neste domingo, Raña pode decretar a frase de "melhor de todos os tempos", que cabe até aqui para os Jogos de Winnipeg, em 1999. Mas isso é uma praxe que o dirigente só não fez na problemática edição de Santo Domingo, em 2003. "Quero que Guadalajara-2011 faça ainda melhor que o Rio", disse.


Por outro lado, o mexicano elogiou muito o fato de que não houve casos positivos de doping na competição. "Estou muito satisfeitos que são os Jogos mais limpos da história". Ele lembrou que os testes começaram em Caracas-1983, Pan marcado por 19 testes postitivos e vários atletas desistindo de competir para não serem pegos. Em Santo Domingo-2003 foram 12 casos, e em Winnipeg, 11.

UOL

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Ginástica rítmica: ouro também nas  cordas

 

 

 

 

 

 

A equipe brasileira de ginástica rítmica empolgou a torcida e conquistou com folga mais uma medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Um dia após ser campeão por equipes, o conjunto brasileiro subiu ao topo do pódio na disputa da corda.

 

 

 

O Brasil entrou no tablado como favorito ao título no conjunto com cinco cordas. Afinal, já havia conseguido a melhor nota no aparelho na apresentação do geral por equipes (que soma a corda com o arco/maças).

Ao som de ritmos nacionais e aplausos da torcida, Tayanne Mantovaneli, Nicole Muller, Natalia Peixinho, Marcela Menezes e Luisa Matsuo repetiram as excelentes atuações mostradas nos últimos dois dias, na disputa geral por equipes, e levaram a medalha no aparelho com certa tranqüilidade.

Terceiro time a se apresentar, o Brasil foi apoiado pela torcida do primeiro ao último segundo de sua exibição. Cada exercício bem executado era aplaudido com entusiasmo. No final, a nota de 14,150 foi bastante comemorada.

A medalha de prata na prova de cordas ficou com Cuba, que obteve 13,175 dos jurados. O Canadá foi o terceiro colocado, com 12,675.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

REVEZAMENTO 4 X 100M  :  TRICAMPEONATO EM  OUROS

 

 

Vicente Lenílson, Rafael Ribeiro, Basílio Morais Júnior e Sandro Viana conquistaram a medalha de ouro para o Brasil na prova de revezamento 4x100m rasos dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, neste sábado, no Estádio João Havelange.  

Após os títulos em Winnipeg e Santo Domingo, a equipe brasileira, que completou a volta em 38s81, conquista o tricampeonato pan-americano da prova. O Canadá, com 38s87, ficou com a prata, seguido pelos Estados Unidos, com 38s88.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BRASIL FATURA MAIS  MEDALHAS NA CANOAGEM

 

Edinho, Nivalter e a dupla Vilson Nascimento e Vladimir Moreno garantem medalhas

EDINHO 

Após conquistar um ouro e duas pratas na última sexta-feira, a canoagem brasileira voltou a ser responsável por mais medalhas: três bronzes na manhã deste sábado, nas finais realizadas na Lagoa Rodrigo de Freitas.

O primeiro competidor brasileiro, Edson Isaías, o Edinho, levou o bronze na categoria K1 500m, caiaque de uma pessoa, no percurso de 500m. O ouro ficou com o mexicano Manuel Cortina, e a prata com o canadense Angus Mortimer. É a segunda medalha de Edinho no Pan do Rio. Na sexta-feira, ele conquistou o ouro no K4 1.000m junto com Sebastian Cuattrin, Guto Campos e Roberto Maheler.

 

WLADIMIR E VILSON  : VERDE E AMARELO

 

O segundo bronze do dia veio com Nivalter Santos, de 19 anos, no C1 500m, canoa de uma pessoa. Em uma dispura emocionante, ele foi ultrapassado nos metros finais pelo cubano Aldo Pruna. O mexicano Everaldo Cristobal Quirino, atual campeão mundial, ficou com o ouro.

Ainda pela manhã, a canoagem reservou mais uma terceira colocação ao Brasil. A dupla Vilson Nascimento e Vladimir Moreno subiu no último lugar do pódio ao chegar cruzar a linha final do C2 500 metros, com o tempo de 1m51s862.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

ENCERRAMENTO DO PAN :  DETALHES   DA CERIMÔNIA

 

 

Brasileiros e mexicanos terão 2h30m para divulgar os ritmos 'calientes' americanos
 

 

  

Encerramento promete ser mais contagiante que a abertura do Pan 

 

Mais do que a Cerimônia de Encerramento, a festa que finaliza os Jogos Pan-Americanos será uma grande homenagem à música brasileira e mexicana. A previsão é de, no próximo domingo, 2.500 dançarinos e bailarinos nacionais dividam os holofotes com 120 artistas da Terra da Tequila. De acordo com a carnavalesca Rosa Magalhães, diretora de arte do espetáculo, 15 cantores irão se revezar num palco montado no Maracanã.

- O evento será mais despojado em relação à abertura do Pan. Muitos atletas já foram embora e os que irão comparecer ao estádio só pensam em se divertir. Além de astros brasileiros, a festa vai contar com alguns figurões internacionais. Só que não posso revelar os nomes - diz Rosa Magalhães.

 Protocolo

 

Diferentemente do espetáculo inicial, a festa do dia 29 de julho terá mais caráter internacional. A começar do primeiro ato: um discurso do presidente da Odepa Mario Vásquez saudando o México, próximo país a receber o Pan-Americano.

Na seqüência, o governador do Estado do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e o prefeito César Maia falarão da importância da competição, para depois participarem da passagem da bandeira. Em seguida, haverá novos discursos. Desta vez, dos futuros anfitriões: o prefeito de Guadalajara e o governador do Estado de Jalisco. E, por último, o vice-presidente da República José Alencar dará como encerrado o Pan-Americano do Rio de Janeiro.

 Cultura musical em alta

 

Logo após a parte protocolar, os mexicanos farão um resumo da cultura deles através da música. Terão oito minutos para se apresentar e mostrar a evolução dos ritmos daquele país. O ápice da coreografia acontecerá simultaneamente ao show da banda Telefunica, que promete incendiar o Maracanã.

Segundo uma fonte da direção do espetáculo, os brasileiros também ressaltarão a importância da música indígena, negra e branca na cultura nacional. Além de fazerem uma brincadeira entre os ritmos latinos e da América do Norte.

 Dicas

 

Os portões serão abertos às 13h30m, com 3h30m de antecedência. Os ingressos variam de R$ 50 (setores C e D), R$ 100 (setor B) a R$ 150 (setor A). E podem ser adquiridos no site   www.ingressosrio2007.com.br  .

Quem quiser participar da Cerimônia de Encerramento do Pan, precisa ir ao Maracanã de roupa branca. E os acessos serão pelo Estádio Célio de Barros e pelas rampas da Estátua do Belini e da Uerj. Crianças com menos de 12 anos deverão estar acompanhadas dos responsáveis. O Co-Rio colocará à disposição 400 auxiliares de tráfego, que também irão coibir a entrada de comidas e bebidas no evento.

Globo Esporte

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

APÓS BRONZE, MENINAS DO NADO APRESENTAM A ‘DANÇA   DO SIRI’  DO SIRI

 

 

 

 

 

Após empolgarem o público e conquistarem a medalha de bronze, as meninas do nado sincronizado ensaiaram e fizeram uma coreografia diferente fora da piscina.

 

Mostrando bom-humor, as atletas imitaram a "dança do siri" e a "dança dos políticos" (uma espécie de trenzinho), criadas no programa Pânico na TV.

"Nós assistimos o Pânico direto e resolvemos fazer as dancinhas para comemorar a medalha", disse Lara Teixeira, que além do bronze por equipe leva para casa mais uma medalha conquistada no dueto com Caroline Hildebrandt.

A animação das garotas com o terceiro lugar já se mostrava visível antes mesmo de elas terem a confirmação da medalha. A equipe do Canadá ainda se apresentava e as garotas já estavam fazendo gritos de guerra e se abraçando a todo o momento, mostrando muita alegria ao sair da piscina.

No pódio, as atletas brasileiras resolveram inovar e fizeram uma ola, acompanhadas pelas norte-americanas, campeãs na prova.

Esta é a segunda vez que uma equipe brasileira faz a "dança do siri" como comemoração de uma medalha. No handebol masculino, os brasileiros fizeram a coreografia após derrotarem a Argentina e conquistarem a medalha de ouro.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BRASIL  É  OURO TAMBÉM NO FUTSAL

 

 

 

 

 

 

A seleção brasileira conquistou neste sábado aquele que pode ser o único ouro pan-americano da história do futsal. A equipe bateu a Argentina por 4 a 1 e se sagrou campeã no Rio de Janeiro, em torneio que pode ser o primeiro e último da modalidade nos Jogos.

O futsal não consta na programação para a edição de Guadalajara-2011. Mas os jogadores brasileiros acreditam que os cinco dias de competição no Riocentro, sempre com ginásio cheio, possam mudar os planos da Odepa (Organização Desportiva Pan-Americana).

Embora a Argentina também possua uma base formada por jogadores que atuam no futsal espanhol, que tem a liga mais forte do mundo, seu time não foi páreo para os brasileiros na decisão. O ala Falcão teve grande exibição e marcou dois gols. O capitão Vinícius e o ala Marquinho fizeram os outros.

 



A última vez que as duas seleções haviam se enfrentado com seus principais atletas aconteceu há três anos, no Mundial de Taipei, e o Brasil venceu a disputa pela medalha de bronze por 7 a 4. Na segunda fase do mesmo torneio, o triunfo fora mais apertado: 2 a 1.

A seleção chegou à final embalada por uma goleada de 8 a 1 em cima da Costa Rica, com uma campanha de 22 gols em quatro jogos, enquanto os rivais precisaram superar o Paraguai apenas nos pênaltis.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NADO SINCRONIZADO: BRASILSUPERA MÉXICO E  LEVA BRONZE

 

 

 

 

 

O Brasil conquistou a medalha de bronze na disputa por equipes do nado sincronizado nos Jogos Pan-Americanos. Confirmando o favoritismo ao pódio, o time nacional levou a melhor em um duelo particular com o México, superando as rivais tanto na rotina técnica quanto na livre.

 

Com o resultado, o Brasil confirma a condição de terceira força do continente, superando o México pelo segundo Pan consecutivo. Após o quarto lugar de Winnipeg-99, as brasileiras se recuperaram em Santo Domingo, dando início à supremacia contra a seleção da América do Norte.



O Brasil, contudo, ainda está longe de encostar nos dois principais países da modalidade. Os Estados Unidos reinaram e ficaram com a medalha de ouro, com 95,667 pontos. O Canadá também mostrou bom desempenho e terminou com a prata, com 95,251 pontos.

Na rotina livre, que foi disputada neste sábado, no Parque Aquático Maria Lenk, a equipe brasileira alcançou a marca de 45,917 pontos. Foram 45,833 pontos na avaliação de mérito técnico e mais 46,000 pela impressão artística.

Com isso, as brasileiras terminaram com 90,750 pontos, menos do que haviam feito em Santo Domingo-2003 (91,166). As mexicanas, em quarto lugar, marcaram 89,000. Completaram a disputa Cuba, com 83,667 pontos, e Venezuela, em sexto lugar, com 83,417 pontos.

 



Na rotina técnica, disputada na quinta-feira, o Brasil já havia praticamente se garantido no pódio. Foram 44,833 pontos, contra 44,250 do México. Na prova, os Estados Unidos foram os melhores, com 47,500 pontos, seguidos pelo Canadá, com 47,417 pontos.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

CANOAGEM :   Cuattrin conquista  a medalha de prata

 

O brasileiro Sebastian Cuattrin conquistou a medalha de prata na categoria K-1 1000 m da canoagem dos Jogos Pan-Americanos. Em seu quinto Pan, esta é a décima medalha do canoísta. Desde Havana-1991, ele já faturou sete de prata e três de bronze.

Com o tempo de 3min42s725, ele ficou atrás apenas do canadense Angus Mortimer, que fez 3min39s519 para ficar com a medalha de ouro. A medalha de bronze ficou com o cubano Jorge Garcia, com o tempo de 3min44s341.

Argentino naturalizado brasileiro, ele começou a remar aos 13 anos, nas águas do Rio Doce, em Governador Valadares (MG). Já em 1988, conquistou o primeiro de seus inúmeros títulos, no campeonato mineiro da categoria juvenil.

Especialista na canoagem velocidade foi o responsável pelas primeiras conquistas da modalidade do país em competições internacionais.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Giovanna Matheus é bronze para o Brasil

 

Brasileira faz linda apresentação na individual feminino. Bruna Garambone fica em último

 

 

Giovanna Matheus deu show na ginástica de trampolim neste sábado, no Pavilhão 3A do Complexo do Riocentro. A atleta conquistou medalha de bronze para o Brasil, marcando 34,40 pontos. Ela ficou atrás das canadenses Karen Cockburn (37,50 pontos) e Rosannagh Maclennan (36.50), que levaram o ouro e a prata.

- Vim pensando na medalha de bronze. Já sabia que seria impossível superar as canadenses: uma campeã e outra finalista em mundiais. Minha briga era com a americana Alaina Williams, que terminou em quarto lugar. Fiz o melhor que pude e tudo acabou dando certo.

Bruna Garambone, outra representante do Brasil, não fez boa apresentação e ficou em último lugar dos Jogos Pan-Americanos Rio 2007.

 

 Confira a classificação final

 

1.     Karen Cockburn (CAN) - 37.50 pontos 


2. Rosannagh Maclennan (CAN) - 36.50 pontos 


3.
Giovanna Matheus (BRA) - 34.30 pontos

 
4. Alaina Williams (EUA) - 33.70 pontos

 
5. Nadia Solis (MEX) - 32.40 pontos 


6. Veronica Lorenzo (ARG) - 30.70 pontos


7. Brittany Dircks (EUA) - 21.70 pontos


8. Bruna Garambone (BRA) - 4.40 pontos

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

TÊNIS DE MESA: HUGO DESPEDE COM BRONZE

 

 

Brasileiro chora após a semifinal contra o argentino Liu SOng

 

 

 

 

 

Hugo Hoyama foi o brasileiro que mais medalhas de ouro conquistou na história dos Jogos Pan-Americanos, nove no total. Neste Pan, que foi o último de sua gloriosa carreira, o mesatenista conquistou o ouro na competição por equipes e o bronze na individual. Após a semifinal em que foi derrotado pelo chinês naturalizado argentino Liu Song, Hoyama foi às lágrimas, mas não pelo derrota que o impediu de conquistar o décimo ouro.

- O choro foi pela despedida, não pela derrota. Fazer ponto no Liu é muito difícil, porque ele erra muito pouco. E eu errei muito, permiti a ele pontuar com mais facilidade. Tentei ao máximo ir para a final, mas não deu. Acho que deixo uma imagem vitoriosa para o nosso povo – diz Hoyama.

O brasileiro avisou que vai brigar por uma das cinco vagas restantes da América Latina para Pequim-2008 e que deve encerrar a carreira após as Olimpíadas para se dedicar ao desenvolvimento do esporte.

- Temos muitos praticantes de pingue-pongue no Brasil, por isso acho que poderíamos incentivar mais o tênis de mesa. Vou brigar muito por isso – avisa.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Feijão com arroz faz sucesso na Vila do Pan

 

 

 

A previsão é de que até o final do Pan os atletas consumam 300 toneladas de comida. Segundo gestor do restaurante, competidores cubanos são os que mais comem.

No meio de tantas iguarias da culinária das Américas, o feijão com arroz, prato típico do Brasil, tem sido a principal pedida entre os atletas que fazem suas refeições no restaurante da Vila do Pan, na Zona Oeste do Rio. É o que garante o gestor do local, Maurício Romanato.

 

“Todos gostam do feijão com arroz brasileiro. O prato agrada todos os atletas, inclusive americanos e canadenses. Eles nunca tinham comido feijão e arroz dessa forma. Os atletas da América Latina também apreciaram muito o nosso prato”, disse.

 

 Feijoada no sábado

Além do feijão com arroz, outros pratos que estão entre os mais pedidos são os grelhados, as tortas e quiches. “Vamos oferecer no próximo sábado (28) uma feijoada para ver se o prato cai no gosto dos atletas do Pan”, informou Romanato.

O restaurante da Vila do Pan oferece três refeições diárias (café da manhã, almoço e janta). Os atletas podem pedir lanches e frios a qualquer hora do dia ou da noite. Ao todo, segundo Romanato, são servidas cerca de 30 mil refeições por dia. “Vamos alcançar a marca de um milhão de refeições servidas até o final do Jogos Parapan-americanos”, informou.

 

 Atletas já comeram 200 toneladas

Segundo o gestor do restaurante, desde o início dos jogos até esta quarta-feira (25) já foram consumidas 200 toneladas de comida. No total, a previsão é de que até o final dos jogos sejam consumidas 300 toneladas de alimento.

“A nossa expectativa é de que até o final do Pan sejam consumidos 726 mil ovos, 150 toneladas de carnes, 45 toneladas de massas, 1 milhão de litros de líquidos e 33 mil pizzas”, informou.

 

Cubanos são os que mais comem

 

Maurício Romanato informou ainda que, dos sete mil atletas que fazem suas refeições no restaurante, os da delegação cubana são os que comem mais. “Eles sempre elogiam os pratos e experimentam de tudo. Não gosto de dizer que eles são os que mais comem, prefiro falar que eles são os que experimentam mais as especialidades da nossa cozinha”, disse.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

GINÁSTICA RÍTMICA É  TRICAMPEà EM OUROS

 

 

 

 

 

Há três edições dos Jogos Pan-Americanos é a mesma coisa. Quando a equipe brasileira de ginástica rítmica se apresenta, o público delira e o ouro é verde-amarelo. Nesta sexta-feira, a história se repetiu e, com o apoio do público que lotou a pequena arena montada no Riocentro, o Brasil conquistou o tricampeonato pan-americano.

Na final por equipes da ginástica rítmica, as brasileiras ficaram com a medalha de ouro, após uma apresentação quase perfeita com três arcos e duas maças. Mesmo derrubando um dos arcos uma vez, marcaram 14.800 pontos, a mesma nota das cinco cordas, somou 29.600. Sem chance de recuperação para canadenses ou cubanas.


As cubanas, mesmo com uma falha na apresentação, ficaram com a medalha de prata, somando 26.675. O Canadá completou o pódio com a nota 26.650. "Este ciclo foi bem difícil. Agora, se queremos participar das Olimpíadas, vamos ter que treinar muito mais", comentou Tayanne Mantovaneli, atleta mais experiente da seleção brasileira de ginástica rítmica, após conquistar o ouro.



Nesta quinta-feira, o Brasil já havia terminado o primeiro dia de disputa em conjunto na liderança. As atletas nacionais conseguiram a melhor nota no exercício com cinco cordas, somando 14.600 pontos. Com isso, terminaram à frente de Cuba, com 13.475, e do Canadá, com 13,425.

 

Após a apresentação, na segunda passagem da final por equipes, uma das brasileiras deixou cair o arco. Mesmo assim, a torcida gritava "É campeão" da arquibancada. Na apresentação de Cuba, uma ginasta também derrubou um dos arcos.

Além da experiente Tayanne, a equipe é formada por Nicole Muller, Natalia Peixinho, Luisa Matsuo e Daniela Leite.

O Pan de Santo Domingo representou a edição mais vitoriosa da modalidade para o Brasil. Na última edição dos Jogos, o país faturou três medalhas de ouro e uma de bronze.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

VÔLEI  MASCULINO :  BRASIL  ELIMINA VENEZUELA E ENCARA OS ESTADOS UNIDOS NA FINAL

 

 

 

 

 

Em um ginásio do Maracanãzinho superlotado, a seleção brasileira masculina de vôlei derrotou a Venezuela por 3 sets a 0 (30-28, 25-18 e 25-16), superou o maior trauma da "Era Bernardinho" e se classificou para enfrentar os Estados Unidos na decisão dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

 

 

 

Derrotados pelos venezuelanos na semifinal do Pan de 2003, em Santo Domingo, os brasileiros deram o troco nesta sexta-feira. Com um saque muito forte, a seleção conseguiu neutralizar o ataque adversário para avançar à final. Neste sábado, o Brasil tenta quebrar com um jejum de 24 anos sem título no Pan.

O Maracanãzinho recebeu o seu maior público neste Pan. Muitas pessoas tiveram problemas com os ingressos e foram acomodadas em locais reservados a atletas e dirigentes no ginásio.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BOXE: APÓS  44 ANOS, BRASIL  VOLTA  A CONQUISTAR  OURO NUM PAN-AMERICANO

 

**Popó promete  desfile em carro de bombeiros para o puglista  de ouro

 

 

O pugilista Pedro Lima garantiu a medalha de ouro e quebrou um jejum de 44 anos do Brasil no boxe. Na decisão realizada no Complexo Riocentro, o boxeador derrotou o atual campeão mundial, Demetrius Andrade, dos Estados Unidos, por 7 a 6, pela categoria até 69kg dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

O último ouro na modalidade veio no Pan de São Paulo-63, com Luiz Leonidas César, Elcio Neves e Rosemiro Mateus Santos.

No final do confronto, o pugilista foi parabenizado por Acelino Popó Freitas, chefe da delegação brasileira de boxe.

 

Pedro Lima ficou à frente no placar durante os três primeiros rounds. No no último, não começou bem e o norte-americano se recuperou, chegando a virar no marcador. Mas nos últimos segundos, o brasileiro foi para cima e passou novamente à frente, garantindo o ouro para o País.

Ainda nesta sexta-feira, Everton Lopes ficou com a medalha de prata na categoria até 60kg, ao ser derrotado pelo cubano Yordenis Ugas por 21 a 8.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

HIPISMO DO BRASIL  VALE OURO

 

 

 

 

 

Depois de ter fracassado nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, em 2003, a equipe brasileira de saltos reconquistou a hegemonia nos Pan. Nesta sexta-feira, no Complexo Esportivo de Deodoro, o time formado por Rodrigo Pessoa, Bernardo Alves, César Almeida e Pedro Veniss conquistou a primeira medalha de ouro do hipismo no Rio de Janeiro e a vaga para os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. O Canadá ficou com a prata e os Estados Unidos, com o bronze.

O Brasil terminou a disputa com apenas 9,67 pontos perdidos, contra 14,72 do Canadá e 27,20 dos Estados Unidos. Na briga pela medalha individual, Pedro Veniss lidera a lista, tendo perdido apenas 2,84 pontos. Rodrigo Pessoa, com 5,74 pontos perdidos, é o quarto colocado.

 



A formação da equipe campeã foi marcada por muita confusão, com direito até a briga na Justiça. O motivo foi o critério rigoroso usado na seletiva, que acabou classificando apenas um atleta: César Almeida. Os outros três integrantes do time foram escolhidos pela Confederação Brasileira de Hipismo (CBH).


Este é o quinto título por equipes do Brasil nos Jogos Pan-Americanos. A seleção ganhou a disputa em Winnipeg-1967, Havana-1991, Mar del Plata-1995 e Winnipeg-1999. Em Santo Domingo, o time ficou apenas com a terceira colocação.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NADO SICRONIZADO: DUETO BRASILEIRO GANHA BRONZE EM RITMO DE  FREVO

 

 

 

As brasileiras Caroline Hildebrandt e Lara Teixeira conquistaram a medalha de bronze na disputa de dueto do nado sincronizado dos Jogos Pan-Americanos, nesta sexta-feira, no Parque Aquático Maria Lenk.

Últimas a se apresentar, as brasileiras empolgaram o público, que se amontoou na metade da arquibancada que dava melhor visão à piscina, com coreografia baseada no frevo.

Antes delas, Andrea Nott e Christina Jones, dos Estados Unidos, haviam conseguido 95,500, cravando o ouro até então, à frente de Marie-Pier Bourdreau Gagnon e Isabelle Rampling, do Canadá, que tinham a prata com 95,089 pontos. Com esse cenário, Lara e Caroline saltaram n´água com a obrigação de superar as venezuelanas, que obtiveram 88,251, pelo pódio. Com 90,067, a dupla assegurou o bronze.

"Nosso objetivo foi alcançado, a medalha de bronze era nossa meta. Acredito que nossa idéia de usar o frevo foi muito feliz, já que o público identificou os movimentos e se empolgou durante toda a apresentação. A gente queria muito isso, que a torcida se divertisse", comemorou Lara. "A torcida começou a nos aplaudir antes mesmo das norte-americanas saírem da piscina, o que foi muito emocionante."


Para Carol, a dupla melhorou as médias, o que foi o principal mérito da apresentação. "Treinamos muito. Até trancamos faculdade para a dedicação ser total ao Pan", disse a estudante de administração. As notas do dueto oscilaram entre 9.0 e 9.3.

A dupla agora tem pela frente o pré-Olímpico, onde buscará uma vaga para Pequim. No Pan, somente as medalhistas de ouro se classificam para a Olimpíada. "A idéia é manter essa coreografia livre e fazer alterações no programa curto, técnico, até o ano que vem", adiantou Carol.



A medalha de bronze confirmou a posição do Brasil, já que é a mesma há oito anos. Atrás de norte-americanas e canadenses, as brasileiras pensam agora em aumentar o nível técnico.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

ATLETISMO FEMININO: JULIANA SANTOS , ESPOSA DO MARILSON, OBTÉM OURO

 

 

 

 

Poucos minutos depois da conquista da medalha de prata de seu marido, Marílson dos Santos, Juliana Santos venceu com facilidade os 1.500 m feminino e levou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, nesta sexta-feira no estádio João Havelange, o Engenhão.

A brasileira cravou 4min13s36, e passou a linha de chegada quase dois minutos à frente da segunda colocada, a norte-americana Mary Jane Harrelson, que obteve 4min15s24. Em terceiro, a colombiana Rosibel Garcia Mena completou o pódio com 4min15s78.

"É maravilhoso estar aqui hoje. Essa medalha é do Marílson também. Ele tem sido fundamental para mim; me passou confiança, determinação. É ele que controla a minha parte emocional. Depois de ver a prova dele, como ele perdeu por tão pouco o ouro depois de batalhar o tempo todo, entrei pensando que não podia sair da pista sem o ouro, por nós dois", disse Luciana, muito emocionada.

"Entrei para dar 110% de mim. Treinei e me dediquei muito para conquistar isso. Estrear no Pan com a medalha de ouro é maravilhoso", repetiu a atleta, que recebeu instrução especial antes da prova de seu técnico, Adauto Domingues.

"Ele me disse antes de eu entrar: 'Juliana, o Marílson perdeu no sprint. Quero ver o seu sprint no final, pensa nele nessa reta'", contou Juliana. "Não deu outra."

Marílson comemorou muito a medalha de ouro da esposa, que considerou mais importante do que a sua própria vitória. "Pedi a Deus para que, se pudéssemos ganhar uma medalha de ouro, fosse para ela", disse o medalhista de
prata nos 10.000 m e bronze nos 5.000 m.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

ATLETISMO MASCULINO : MARILSON   GANHA  PRATA NOS 10.000METROS

 

 

 

 

Ele ganhou prata também nos 5000 metros, ontem. A história se repetiu. No Pan de Santo Domingo-2003, Marílson Gomes dos Santos foi ultrapassado nos metros finais por um mexicano e ficou com a prata nos 10.000 m. Nesta sexta-feira, no estádio João Havelange, o Engenhão, ele voltou a conquistar a perder o ouro nos últimos metros da prova, para um rival mexicano.

 

Na última volta, emocionante, o brasileiro deu uma arrancada e avançou do terceiro lugar para a primeira posição; no entanto, Marílson foi seguido de perto pelo mexicano José Galvan, que disputou lado a lado a última curva e levou a melhor na reta final.

"Não tem o que falar. O mexicano (Galvan) fez uma ótima prova. O nível da competição estava muito alto. Quatro ou cinco atletas que tinham
chances iguais de ganhar a prova", comentou Marílson.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Salto triplo: keila  é prata

 

 

 

A cubana Yargelis Savigne acabou com a expectativa da segunda dobradinha brasileira e levou a medalha de ouro no salto triplo feminino dos Jogos Pan-Americanos, nesta sexta-feira no estádio João Havelange, o Engenhão. Keila Costa ficou com a medalha de prata. Maurren Maggi, que começou acompanhando o ritmo das duas, decaiu na quarta rodada de saltos, e ficou apenas com a quarta posição.

 

 

A melhor marca da cubana, que é a segunda colocada no ranking mundial da temporada, foi 14,80 m, novo recorde pan-americano, no quinto salto. No último dia 7 de julho, em uma competição na Espanha, Savigne chegou a 15,09 m. Em maio, ela havia registrado 14,99 m em um torneio em Caracas. Com isso, está atrás apenas da russa Tatyana Lebedeva, líder da lista da Federação Internacional de Atletismo, com 15,14 m e 15,10 m.

Nos Jogos do Rio, ela não teve dificuldades para ficar com o ouro, começando com 14,33 e chegando a 14,46 já na segunda tentativa, para liderar e só melhorar suas marcas.

Já Keila Costa não avançou dos 14,38 m. Maurren, que começou com 14,07 m na primeira tentativa, perdeu o pódio ao saltar 12,55 m na quarta série, e perder a medalha de bronze para outra cubana, Mabel Gay, que alcançou 14,26 m.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

 

 

BASQUETE  MASCULINO : BRASIL VENCE PORTO RICO

 

 

 

 

 

 

A seleção brasileira venceu uma partida tensa contra Porto Rico por 97 a 94, na Arena Multiuso, nesta sexta-feira, e se classificou para a semifinal com a primeira colocação do grupo A do torneio masculino de basquete do Pan.

O Brasil abriu 15 pontos de diferença no primeiro tempo, mas falhou na defesa no terceiro quarto e teve de fazer um quarto período cheio de suspense, jogado cesta a cesta.


O primeiro adversário do mata-mata será definido apenas ao fim do confronto entre o Panamá e o Uruguai, que fazem o último jogo desta rodada, às 22h. Os dois times brigam diretamente por uma vaga, enquanto a Argentina, que enfrenta os Estados Unidos, está na dianteira da chave.

Tanto a equipe brasileira como a porto-riquenha estão desfalcadas de muitos titulares. E o elenco de apoio do time da casa se impôs em relação ao dos caribenhos.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

TÊNIS : FLAVIO SARETTA DISPUTA  O OURO

 

 

 

 

Flávio Saretta, cabeça-de-chave número 1, esteve perto de ser eliminado, mas virou o jogo e se classificou para a final do torneio de simples dos Jogos Pan-Americanos. Nesta sexta-feira, o tenista paulista venceu o argentino Eduardo Schwank por 2 a 1 (3-6, 7-5, 6-0) no clube Marapendi, na Barra da Tijuca. Marcos Daniel e Thiago Alves já tinham caído.

 

Agora, Saretta vai disputar a medalha de ouro contra Adrián Garcia (CHI), cabeça-de-chave número 2 da competição. O brasileiro chegou a estar perdendo por 5 a 3 no segundo set, mas conseguiu a virada.

Saretta começou bem o jogo, com 3 games a 1 no primeiro set. Sem muita resistência e errando bolas fáceis, ele acabou permitindo que o argentino fechasse em 6-3. No segundo, quando perdia por 5-3, chegou a salvar matchs points e, mesmo assim, conseguiu empatar e levou para o último e decisivo set. No terceiro, o brasileiro quebrou três vezes o rival e fechou em 6-0 para delírio da torcida que empolgou o brasileiro.

"Dedico essa vitória 100% à torcida", afirmou Saretta. "Adoro esse clima de Davis, de jogo de futebol, com a torcida participando. Eu cresço em quadra. Agora falta pouco", completou.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

FUTEBOL DE SALÃO: BRASIL GOLEIA COSTA  RICA

 

 

 

 

VINÍCIUS, O  DESTAQUE DO DIA

 

 

O ala Vinícius resolveu a partida em oito minutos, e a seleção brasileira bateu Costa Rica por 8 a 1 nesta sexta-feira, e assegurou sua vaga na final do futsal do Pan.

 

Aos 12min39s de jogo, o capitão da equipe marcou seu terceiro gol e o terceiro da equipe em feito que garantiu um jogo tranqüilo nos outros 32 minutos de ação. Ele ainda marcaria mais um no segundo tempo.

A facilidade encontrada pelos brasileiros foi coerente com os últimos dois confrontos entre as equipes. Em amistosos neste ano, o Brasil já havia vencido por 9 a 1 e 6 a 0.

A seleção, que marcou 22 gols e sofreu apenas dois em quatro rodadas, agora aguarda o vencedor do equilibrado duelo entre Argentina e Paraguai para ver qual adversário tentará lhe tomar o ouro do inédito torneio no Rio de Janeiro.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

GINÁSTICA  RÍTMICA  :  De olho no tri, Brasil fecha o primeiro dia na frente

 

 

ANGÉLICA

 

Em busca do tricampeonato da disputa de conjunto geral da ginástica rítmica dos Jogos Pan-americanos, o Brasil começou bem o Rio 2007. No primeiro dia de competições, a equipe verde-amarela ficou na frente, com 14,600 pontos.

Com pontuação bastante inferior, a segunda posição ficou com Cuba, que somou 13,475. Pouco atrás, apareceu o Canadá, com 13,425. Em Santo Domingo-2003, canadenses e cubanas completaram o pódio.

As representantes do Brasil são Angélica Kvieczynski, Ana Paula Scheffer, Daniela Leite, Tayanne Mantovanelli, Luisa Matsuo, Marcela Menezes, Nicole Muller e Natalia Sanchez. As medalhas da prova por conjunto serão definidas nesta sexta-feira  que vai  definir as campeãs das modalidades em disputa na ginástica rítmica dos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro. E a perspectiva é boa para o Brasil, que terminou a preliminar do torneio por equipes na primeira colocação.

ANA PAULA

 

O  objetivo principal é   a ida da equipe às Olimpíadas de Pequim, em 2008.

“Chegar em Pequim já vai ser um sonho muito grande realizado”, disse Tayanne. Otimista, ela espera bons resultados das colegas Ana Paula Scheffer e Angélica Kvieczynski nas finais individuais da corda, das maças, do aro e das fitas.

“O individual cresceu bastante. As meninas têm chances de conquistar várias medalhas”, aposta Tayanne, otimista .

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

PÓPO AQUÁTICO : Brasil cai diante dos Estados Unidos e fica com a prata

 

 

Deu a lógica na decisão da medalha de ouro do pólo aquático masculino dos Jogos Pan-americanos. O Brasil não suportou o ritmo dos Estados Unidos e acabou derrotado por 9 a 2 na final disputada nesta sexta-feira no Parque Aquático Julio Delamare.

Com o revés, o Brasil mantém o resultado obtido em Santo Domingo-2003, quando também foi derrotado pelos norte-americanos na decisão. Na história do Pan, o país permanece com apenas um ouro, conquistado em São Paulo-1963. Ainda por cima, os visitantes ficam com a classificação para os Jogos Olímpicos de Pequim.

Favorito ao ouro, os Estados Unidos começaram demonstrando sua melhor qualidade desde o início. Com pouco mais de dois minutos, os visitantes saíram na frente do marcador através de Jesse Smith.

Já os brasileiros sofriam no lado emocional e erravam algumas jogadas bobas. Pouco antes do final do primeiro período, os norte-americanos ampliaram a vantagem com Tony Azevedo.

No segundo período, o panorama continuou o mesmo dentro da piscina. O terceiro gol dos Estados Unidos saiu após bela finalização de Jeff Powers, que não deu chances de defesa ao experiente Pará. Pouco depois, o quarto veio novamente com Tony Azevedo. Apático, o Brasil ainda levou o quinto antes do intervalo: gol de Ryan Bailey.

Em vantagem, os Estados Unidos passaram a administrar a vantagem no terceiro tempo. Contudo, ampliaram mais o placar. Destaque da partida, Tony Azevedo marcou mais duas vezes (7 a 0).

O Brasil acordou a partir do final do terceiro período. Primeiro, Felipe Franco, o Mega, surgiu livre e finalizou sem chances para o arqueiro Genai Kerr. Já no último tempo, foi a vez de Erik Seegerer, o Ziga, deixar a sua marca: 7 a 2.

Só que os norte-americanos não quiseram dar chance ao azar e fizeram mais dois, com Ronald Beaubien e Daniel Hewko, definindo a vitória por 9 a 2 no Rio.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Rosângela conquista medalha inédita

Atleta olímpica é a primeira brasileira a subir no pódio em Jogos Pan-Americanos

 

 

Quatro anos após estrear em Jogos Pan-Americanos, a luta feminina tem sua primeira medalhista brasileira. É Rosângela Conceição, que nesta quinta-feira ficou com o bronze na categoria até 72kg, do estilo livre. Na decisão da repescagem, Rosângela venceu a dominicana Sulmira Brea por 3 a 0 e 1 a 0.

Emocionada depois da conquista, a lutadora não escondeu a felicidade.


- O meu sonho era ganhar o ouro, mas tenho certeza que para a luta essa medalha é fundamental. Esperamos que mais patrocinadores aparecem para poder desenvolver o esporte no Brasil - diz Rosângela.

 De judoca olímpica a medalhista pela luta

 
A medalha de bronze nos Jogos do Rio de Janeiro coroa uma nova fase na carreira esportiva de Rosângela Conceição, a qual começou há quatro anos. Judoca de formação, Rosângela foi as Olimpíadas de Sydney como reserva de Edinanci Silva. Em 2003, porém, a lutadora viu a vaga para os Jogos de Atenas ir embora e resolveu aceitar o convite para treinar luta olímpica. A decisão não poderia ter sido mais acertada.


- Você nunca deixa de ser judoca, mas hoje eu sou luta olímpica em tempo integral – garante ela, que agora vai em busca de uma vaga para Pequim. Um fator, porém, vem preocupando a medalhista brasileira: patrocínio. Para chegar aos Jogos de 2007, Rosângela precisa disputar primeiro o Mundial da categoria, em setembro, no Azerbaijão, o que requer recursos que ela ainda não dispõe.

- Esse Mundial é muito importante na luta pela vaga. Se eu ficar entre as sete melhores, garanto a vaga automaticamente. Se não, eu tenho que disputar mais dois pré-olímpicos. Mas, só vou poder disputá-los se tiver lutado no Azerbaijão – explica.

 Começo de dia difícil para o Brasil


A festa pela inédita medalha de bronze de Rosângela Conceição encerra um dia que começou difícil para a luta olímpica feminina do Brasil. Das quatro categorias em disputa, Joice Silva, Susana Santos e Caroline Cardoso foram eliminadas logo na primeira rodada. Beneficiada pelo sorteio das chaves, Rosângela Conceição chegou à briga pelo bronze após ter sido derrotada na primeira fase pela americana Kristie Marano, que depois ganharia a medalha de ouro. A prata ficou com a canadense Ohenewa Akuffo.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BASQUETE MASCULINO: BRASIL ATROPELA  CANADENSES

 

 

Marquinhos na jogada

 

O técnico Lula Ferreira afirma que a versão 2007 da seleção brasileira vai, enfim, primar pelo basquete coletivo. Nesta quinta-feira, na vitória por 98 a 63 contra o Canadá, o time deu ao menos uma amostra de que pode caminhar para isso.

Todos os 11 jogadores do elenco brasileiro fizeram uma cesta no mínimo. Dentro dessa distribuição ofensiva, o pivô Murilo foi mais uma vez o cestinha, com 24.

Além de Murilo, JP Batista (14), Marquinhos (14), Nezinho (11) e Valtinho (10) chegaram aos dois dígitos na pontuação. Marcelinho Machado, com nove pontos, ficou perto.


Até mesmo o pivô Paulão e o ala Teichmann, que serão pouco usados no torneio, fizeram os seus pontos. "O grupo está passando uma energia muito positiva", afirmou Paulão. "Foi um grande desempenho da seleção, tirando a fragilidade do rival. Espero que possamos ter mais alguns jogos desses para eu poder participar", disse Teichmann.

Classificado para a semifinal, o Brasil agora disputa a liderança do grupo, nesta sexta-feira, contra Porto Rico, que também venceu seus dois primeiros jogos. O Canadá já havia perdido na véspera por 82 a 63 e, assim como as Ilhas Virgens, já está eliminado do Pan.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

PARA TÉCNICO, MENINAS DEVOLTEM  FUTEBOL  ANTIGO  AO BRASIL

 

 

O técnico da seleção feminina de futebol, Jorge Barcelos, afirmou nesta quinta-feira, depois da conquista da medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos, que o futebol feminino resgata o futebol de antigamente. O Brasil venceu os Estados Unidos por 5 a 0 no Maracanã, com casa cheia. Nas arquibancadas, famílias inteiras, com muitas mulheres e crianças.

 

"Quantas brigas tivemos aqui hoje? Acredito que nenhuma. Isso resgata aquele futebol muito antigo. Você vai ao estádio e sabe que vai voltar intacto para casa. Essas meninas estão proporcionando isso", disse Barcellos.

De acordo com o técnico, o futebol feminino é gostoso de se ver. Ele procura não se intrometer sobre a falta de incentivo ao esporte e diz que o trabalho está sendo feito de forma honesta.

"O futebol feminino é gostoso de se ver. Tem a sua leveza. Sobre investimento, não cabe a nós julgar. O nosso trabalho, meu e das jogadoras, está sendo feito. Agora os dirigentes precisam fazer um campeonato no Brasil. Meu material de trabalho é limitado. Tomara que não aconteça. Mas e se eu perder a Marta por uma lesão? Não tem como substituí-la", diz o treinador.

De acordo com o treinador, a conquista brasileira foi fruto de um trabalho de três meses. "Quando o grupo acabou a preparação, sabia que haveria dificuldades. Sabíamos que a cobrança seria forte por jogarmos no Brasil. O forte desse grupo foi a união. Não se separavam para comer ou dormir. Elas mesmas criaram uma cartilha. Por exemplo, não atendiam celulares durante as refeições", disse.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

MARTA DEIXA OS PÉS  NA CALÇADA  DA  FAMA

 

Autora de dois gols na vitória de 5 a 0 contra os EUA, que deu a medalha de ouro ao Brasil, a meia-atacante Marta foi homenageada e deixou os seus pés na Calçada da Fama do Maracanã, que tem nomes como os de Pelé, Zico, Roberto Dinamite, Romário e Garrincha. Descalça, ela pisou em uma caixa de argamassa, onde deixou o contorno de seus pés. Ela é a primeira mulher a integrar o grupo de craques.

Durante o Pan, Marta foi a artilheira da competição, com 12 gols. Considerada a melhor jogadora do mundo pela Fifa, no ano passado, a jogadora foi a principal responsável pela medalha de ouro do Brasil.

Na Calçada da Fama, as marcas dos pés de Marta estão posicionadas entre as do lateral Júnior (ex-Flamengo) e as de Zinho (ex-Flamengo e Palmeiras).

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

FUTEBOL FEMININO  É OURO NO PAN

 

 

As meninas da Seleção Brasileira de futebol não decepcionaram a torcida que lotou o Maracanã na tarde desta quinta-feira. Com uma vitória por 5 a 0 diante dos Estados Unidos, as brasileiras inflamaram o público do primeiro ao último minuto e conquistaram a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

 

Em seis partidas, as meninas da Seleção marcaram 33 gols e não sofreram nenhum. Com 5,5 gols em média por partida, Marta, Daniela Alves, Cristiane e suas companheiras conseguiram levantar o ânimo do Maracanã, que viu a Seleção masculina ser eliminada pelo Equador, no último sábado, ainda na primeira fase da competição.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

CARATECA Valéria Kumizaki

 

 

 

  

A brasileira Valéria Kumizaki terminou sua participação nos Jogos Pan-Americanos com a medalha de prata. A carateca perdeu, nesta quinta-feira, para a guatemalteca Cheily González por 3 pontos a 1 na final da categoria até 53 kg do caratê.

"Estou um pouco triste, mas estou feliz", definiu a brasileira ao final da luta, sem tirar o sorriso do rosto. Com a adrenalina a mil, após o pódio, ela disse que se motivou ouvindo funk carioca. "Dá uma energia. Agora vou na igreja agradecer por minha prata e depois quero cair no baile funk. Já combinei com o resto da equipe para quando o torneio acabar", disse a lutadora de Presidente Prudente que se diz muito religiosa e devota do catolicismo.

"Não lembro o que fiz na luta. E, se soubesse como poderia ter ganho, eu faria com certeza", brincou a carateca, sobre a rapidez do combate (três minutos) e a emoção viveu que durante esse tempo.

Também era só alegria a lutadora da Guatemala, que ganhou a primeira medalha de ouro para o país da América Central nesse Pan (vencendo subiu cinco postos no quadro de medalhas geral). E também foi o primeiro ouro também para o caratê de seu país na história dos Jogos. "Estou tão emocionada. Nunca me senti a ganhadora durante o combate, busquei ser prudente", disse Cheili.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

 

TRAMPOLIM: CÉSAR  GANHA MEDALHA  PRATA

 

 

 

 

O brasileiro César Castro conquistou, nesta quinta-feira, a medalha de prata nos saltos ornamentais no trampolim de 3m dos Jogos Pan-Americanos, disputada nesta quinta-feira no Parque Aquático Maria Lenk.

O ouro acabou ficando com o canadense Alexandre Despatie e o norte-americano Troy Dumais completou o pódio com o bronze.

Em uma disputa frenética, Castro e o canadense se revezaram na primeira e segunda colocação durante as seis rodadas programadas.

No último salto, o brasileiro conquistou a melhor marca do dia com 91,00 pontos e ultrapassou Despatie. No entanto, o rival fez 86,00 e garantiu o ouro.

O outro brasileiro, Cassius Duran, enfrentou problemas em seu primeiro salto e terminou a prova apenas na 12ª colocação.  a segunda do País na modalidade, já que ontem Juliana Veloso foi bronze na plataforma de 10m

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

 

TÊNIS : SARETTA  E MARCOS AVANÇA  NAS DUPLAS

 

 

 

 

SARETTA

 

 

Os brasileiros Flávio Saretta e Marcos Daniel avançaram às quartas-de-final do torneio de duplas de tênis dos Jogos Pan-Americanos, ao vencerem a dupla jamaicana formada pelos tenistas Dominic Pagon e Eldad Campbell.

 

Os brasileiros não tiveram muito trabalho para ganhar o jogo de estréia, vencendo por 2 sets a 0, parciais 6/2 e 6/1 e voltam às quadras nesta sexta-feira, quando enfrentam o vencedor do jogo entre os dominicanos Victor Estrella e Jhonson Garcia e Devin Mullings/Marvin Rolle, das Bahamas.

As semifinais do torneio de duplas também acontecerão nesta sexta-feira. Com isso, o tenista Flávio Saretta, que disputa amanhã a semifinal do torneio de simples, pode jogar até três partidas ao longo do dia, caso vença o primeiro jogo de duplas.

Já o tenista Marcos Daniel perdeu para o argentino Eduardo Schwank, que será o adversário de Saretta na semifinal.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

ATLETISMO : HÚDSON  É OURO

 

 

 

 

Húdson, o de óculos

 

 

O brasileiro Hudson de Souza conquistou o bicampeonato pan-americano nos 1.500 m, com direiro a novo recorde do Pan. Ele correu 3min36s32, baixando o tempo que era de Joaquim Cruz, ouro em Mar del Plata-1995, com 3min40s28.

 

 

 

 

Com a vitória de Hudson, o Brasil passa à frente de Cuba no quadro geral de medalhas. Os dois países somam 33 ouros, mas o Brasil tem mais pratas (26 a 18) e também vence no total (99 a 78). Esta é a segunda medalha de ouro do atletismo para o Brasil, depois da vitória de Fabiana Murer no salto com vara. Até agora, a modalidade já rendeu 39 medalhas de ouro para o Brasil na história do Pan.

 



"Deu tudo certo hoje", comemorou Souza. "Minha estratégia era essa mesma, de começar devagar e ir pra cima nos 500 m finais, antes da última volta."

Sobre o recorde de 12 anos quebrado, Souza reagiu com bom humor. "É a segunda vez que quebro um índice dele", disse. "O recorde sul-americano dele também fui eu quem quebrou."

Para Souza, que sofreu uma lesão no tendão de Aquiles em novembro do ano passado, a medalha de ouro serve como consolo para quem antes pretendia disputar também os 5.000 m.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

CARATÊ FEMININO:  Lucélia Ribeiro é tricampeã em  ouros

 

 

A brasileira Lucélia Ribeiro é tricampeã pan-americana de caratê. Ela venceu a colombiana Ana Escandon por 2 a 1, nesta quarta-feira. Lucélia garantiu mais uma medalha de ouro para o Brasil no Rio 2007 e entrou para a história do esporte nacional como a primeira mulher a conquistar por três vezes o Pan. A torcida vibrou muito com a carateca no Complexo Esportivo Miécimo da Silva, no bairro de Campo Grande.

Nas eliminatórias, Lucélia, que foi ouro nos Jogos de Winnipeg (1999) e Santo Domingo (2003), venceu todas as três lutas que disputou, inclusive da adversária da final por 2 a 1. Yaneda Gutierrez, de Cuba, e Yoly Guillen, da Venezuela, ficaram com a medalha de bronze na categoria acima de 60kg.

- Elas terão que esperar mais um Pan-americano para tirar o meu ouro. Treinei muito para isso e agradeço a Deus por mais essa conquista na minha vida - afirma.

 

  Um começo escondido da mãe

 

Lucélia começou no caratê sem que a mãe soubesse. Aos, 8 anos de idade ela trocava as aulas de dança para ficar com o irmão na luta.

- Ela não imaginava que eu fazia isso. Foi uma coisa de destino e não me arrependo. Está aqui me assistindo e tenho certeza que nunca mais ficou braba comigo - brinca.

A tricampeã fez questão de mandar um beijo para as crianças que fazem parte do Projeto Esporte Solidário, na cidade de Pouso Alegre(MG). Ela ministra algumas aulas sempre quando pode.

- São 1600 crianças que nós ajudamos a entrar no esporte. Eles serão o futuro do caratê e quem sabe a gente não vê um no Pan daqui a uns 10 anos - diz.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

SALTO À DISTÂNCIA: OURO E PRATA PARA O BRASIL

 

O Brasil conseguiu a dobradinha no salto em distância dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira. Maurren Maggi e Keila Costa confirmaram o favoritismo e conquistaram ouro e prata, respectivamente, na competição. Maurren saltou 6,84m para garantir o lugar mais alto do pódio, enquanto Keila Costa cravou 6,73m e ficou com o segundo lugar.

 

A medalhista de ouro foi campeã nos Jogos de Winnipeg-99, mas não teve a chance de faturar o bicampeonato em Santo Domingo-2003 por ter sido flagrada em um polêmico exame antidoping. Na época, a atleta alegou que a substância encontrada em seu organismo teria sido usada em um produto de beleza.

KEILA

Suspensa, Maurren ficou fora na República Dominicana e também não disputou os Jogos Olímpicos de Atenas-2004. Durante o período longe das pistas, ela teve uma filha e chegou inclusive a anunciar a aposentadoria.

No ano passado, voltou a participar de competições e conseguiu rapidamente se firmar como uma das principais saltadoras do Brasil ao lado de Keila Costa.

A medalha de bronze ficou com a cubana Yargeris Savigne, saltando 6,66m.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

HEPTATLO: LUCIMARA GANHA BRONZE

 

 

A brasileira Lucimara Silva garantiu a medalha de bronze no heptatlo, nesta quarta-feira, nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. O ouro ficou com a canadense Jessica Zelinka, seguida pela cubana Gretchen Quintana.

Lucimara disse que o resultado não foi "muito bom" e admitiu que não conseguiu dar o melhor de si. "Torci o pé esquerdo no sábado e cheguei a pensar em desistir", disse a brasileira.

Após a conquista do ouro, a canadense admitiu que a disputa foi muito equilibrada e elogiou a brasileira Lucimara. Além disso, Jessica reclamou das vaias da torcida no momento do salto em altura e afirmou que nunca havia visto esse tipo de atitude em uma competição.

"Não é só porque tem um brasileiro que os outros devem ser vaiados", comentou a medalhista de ouro. Mesmo assim comentou que as vaias não interferiram em seu desempenho durante as provas.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

FUTSAL: BRASIL PASSA PELO PARAGUAI

 

Falcão não brilhou. Aliás, esteve longe disso. Mas, com um chute esquisito do coadjuvante Marquinho e outro preciso de Gabriel, o Brasil venceu o Paraguai por 2 a 0, na manhã desta quarta-feira, no Pavilhão 3B do Riocentro.

Com o magro resultado, a seleção brasileira termina a primeira fase com 100% de aproveitamento e disputa uma das semifinais do torneio de futsal do Pan do Rio na próxima sexta-feira, às 10h15m.

Treinado por Fernando Ferretti, que dirigiu o Brasil até 2005, o Paraguai soube neutralizar Falcão. O craque errou passes, tentou poucos dribles ousados e viu suas melhores oportunidades pararem nas mãos do goleiro Carlos Espinola. Para compensar, o astro do time teve boa presença defensiva.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NADO SINCRONIZADO: BRASIL FICA EM 3º NA ROTINA TÉCNICA

 

As brasileiras Lara Teixeira e Caroline Hildebrandt ficaram em terceiro lugar na rotina técnica, nesta quarta-feira, na categoria dueto. As americanas e canadenses ficaram na primeira e segunda posições respectivamente. Na manhã de sexta-feira, no Parque Aquático Maria Lenk, será o dia da rotina livre. Haverá, então, o somatório das notas e a definição da classificação final dos duetos.

Ao saírem da piscina após a apresentação, Lara Teixeira e Caroline Hildebrandt não esconderam a satisfação com o desempenho na água. Elas ressaltaram a força que a torcida brasileira deu durante a exibição.

Globo Esporte

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

VOLEIBOL MASCULINO :

BRUNO  GANHA TORCIDA NO MARACANÃZINHO

 

 

 

 

Vaiado na estréia da seleção no Pan e aplaudido na terça-feira, Bruno Rezende ganhou de vez o coração do público na partida contra o México. O levantador, que entrou por poucos momentos no jogo, ganhou, além dos gritos de incentivo, uma faixa, onde torcedoras escreveram: "Bruno é filho do Brasil", em alusão às críticas que o jogador vinha recebendo por ser filho de Bernardinho.

- Fiquei muito feliz, até tentei acenar para o pessoal, mas eles não viram. É bom saber que a torcida sabe que eu não tive nada a ver com a história do Ricardo - diz o jogador, referindo-se à polêmica sobre o corte de Ricardinho do Pan.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

CARATÊ:

 

Juarez ganha  a de  ouro; Carlos Lourenço ganha prata

 

 

 

 

OURO

 

Juarez Santos é o primeiro medalhista de ouro do Brasil no caratê dos Jogos Pan-Americanos.  Na final realizada nesta quarta-feira, no Complexo Esportivo Miécimo da Silva, o brasileiro derrotou o venezuelano Mario Toro por 2 a 0 e venceu a categoria acima de 80kg.

Com quatro vitórias, Juarez se classificou para a final do Pan. Na estréia, o carioca derrotou Andres Heredia. Na seqüência da competição, ele venceu Willian Finegan, Leandro Monzon e Juan C. Valdez.

 

 

PRATA

 

O brasileiro Carlos Lourenço não venceu, nesta quarta-feira no Complexo Esportivo Miécimo da Silva, no caratê masculino. O atleta foi derrotado pelo venezuelano Luis Plumacher por 2x1 na categoria 65kg, ficando com a prata.

Mas na categoria 80kg, Juarez Santos levou a melhor contra o canadense Mario Toro e conquistou a medalha dourada.

Lucélia Ribeiro também derrotou a colombiana Ana Escandon e ficou com o título de melhor carateca dos Jogos Pan-Americanos, trazendo o segundo ouro para o Brasil.

 

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

 

 

VÔLEI MASCULINO: TIME RESERVA DOBRASIL VENCE MÉXICO

 

 

 

Parece que a seleção brasileira aprendeu muito com a derrota na semifinal do Pan de Santo Domingo, em 2003, diante da Venezuela. Na tarde desta quarta-feira, no Maracanãzinho, contra a fraca equipe do México, o técnico Bernardinho preferiu poupar seus titulares, deixando em quadra apenas Rodrigão, Marcelinho e o líbero Serginho. A escolha deu certo e os meninos do Brasil venceram por 3 sets a 0, parciais de 25/17; 25/23; e 25/21.

Há quatro anos, o Brasil também havia acabado de conquistar o título da Liga Mundial de Vôlei (o tricampeonato), em um jogo desgastante contra a Sérvia (3 sets a 2) e chegava para os Jogos como franco favorito. Mas, ao contrário deste ano, Bernardinho preferiu não poupar seus jogadores. Resultado: o time foi derrotado na semi e ficou apenas com a medalha de bronze.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BASQUETE MASCULINO : BRASIL ESTRÉIA E VENCE COM DIFICULDADE

 

 

Murilo foi o destaque

 

 

 

MURILO FAZ 

 

Com uma atuação muito irregular, a seleção brasileira masculina de basquete estreou com vitória no torneio de basquete dos Jogos Pan-Americanos.  O time do técnico Lula Ferreira bateu a equipe de Ilhas Virgens por 86 a 81 (51 a 43 no primeiro tempo). O destaque do Brasil foi o pivô Murilo, que marcou 17 pontos e pegou 11 rebotes, conquistando o duplo-duplo. Pelo lado de Ilhas Virgens, o pivô Frank Elegar foi o destaque, com 21 pontos.

O próximo jogo do Brasil acontece nesta terça-feira, às 15h30m (de Brasília), contra o Canadá. Antes, às 13h15m, Ilhas Virgens enfrentam Porto Rico.

 

O primeiro tempo começou com o Brasil dominando inteiramente o jogo. Contando com a boa atuação de Murilo, que marcou 14 pontos, acertando todos os seis arremessos de quadra que tentou, e ainda pegou seis rebotes, sendo quatro ofensivos, o time brasileiro impôs seu ritmo de jogo e não deu chance aos adversários, vencendo o primeiro quarto por 32 a 21.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

SALTOS AORNAMENTAIS:

 

 

 Juliana Veloso conquista  o bronze

 

 

 

 

 

 

Na prova da plataforma de 10 metros feminina dos saltos ornamentais, a brasileira Juliana Veloso repetiu nesta quarta a medalha de bronze que conseguiu em Santo Domingo-2003. O ouro ficou com a mexicana Paola Espinosa (380,95 pontos) e a prata foi para a norte-americana Haley Ishimatsu (364,60). A brasileira fez 356 pontos.

 

 

"Estou chorando de felicidade. é uma emoção muito grande. Tive alguns probleminhas , mas a medalha nunca saiu da minha mão", afirmou Juliana após a final.



Até o segundo salto da série final de cinco, a brasileira estava na primeira colocação, mas sua terceira apresentação a fez cair para o terceiro posto, lugar que manteve até o final. O público presente no parque aquático Maria Lenk vaiou a saltadora norte-americana no final na esperança de uma melhor posição da brasileira. Isso só fez a mexicana se beneficiar e passar a rival para levar o ouro.

"Nunca aconteceu isso comigo antes. Tentei me concentrar. Acho que não influenciou", declarou Haley Ishimatsu sobre as vaias do público brasileiro.

A norte-americana recebeu a solidariedade de Juliana Veloso. "Isso é muito feio e antidesportivo. É chato com a atleta, recriminou Juliana, ressaltando que já havia sido vaiada em uma competição no México.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Thiago Pereira é o predileto das garotas do softbol

 

Recordista da piscina tirou foto ao lado do time de softbol.

Elas estão sem competir por causa da lama na Cidade do Rock.
 

 

 

 

Sem ter local para competir, por causa das más condições na arena da Cidade do Rock, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio, as jogadoras brasileiras ganharam mais uma oportunidade para tirar foto com os ídolos do esporte nacional. Em grupo, as meninas que ainda não fizeram sua estréia, máquina em punho, saíram pela Vila do Pan. O campeão na preferência do softbol foi o nadador Thiago Pereira, brasileiro recordista de medalhas no Pan. "Ah, com esse, vamos tirar todas juntas. Dá para tirar uma foto da gente?", pediu a jogadora Márcia a um repórter.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Ex-BBB, ZULU,  diz que Pan é mais difícil que paredão

 

O lutador  acredita que foi o atleta mais fotografado desse Pan.

Dividir o quarto com a delegação brasileira é mais fácil do que com os BBs, diz Zulu.

 

 

 

 

 

 

Confinado desde o dia 9 na Vila do Pan, na Zona Oeste do Rio, o ex-Big Brother Zulu encarou o pior paredão da sua vida nesta terça-feira (24), quando perdeu a luta greco-romana para o cubano Yunior Estrada. A disputa durou apenas um minuto e 43 segundos, mas para Zulu, foi pior que enfrentar a opinião de milhões de espectadores.

“Essa derrota foi horrível. Todo mundo torcendo, esperando um resultado. No BBB 4, a torcida era indireta. Já aqui cada movimento que eu fazia a galera gritava. Muita emoção”, conta ele, que é reconhecido por onde passa por causa da sua participação no reality show. Vaidoso, Zulu diz que deve ter sido o atleta mais fotografado desse Pan.

“Bati muitas fotos. Acho que eu fui o recordista de fotos desse Pan”, exagera. O lutador gosta do assédio e não se arrepende de ter entrado no programa. “Meu objetivo no BBB não era vencer, mas ganhar visibilidade para meu esporte e o patrocínio que precisava para estar aqui no Pan e no meu grande sonho, que é a Olimpíada”, informa Zulu, que diz que é parado por voluntários e torcedores sempre que visita os complexos esportivos.

“Houve uma menina que disse que sou mais bonito pessoalmente do que na TV. Houve também alguns voluntários que me abordaram e disseram que votaram em mim e que também estavam torcendo pela minha vitória aqui no Pan. O mais legal foi uma mulher que veio falar comigo e lembrou de detalhes do programa que eu nem mais lembrava, como quando eu disse que queria ir para as Olimpíadas”, conta o ex-BBB, impressionado com a memória dos telespectadores-torcedores.

Globo Esporte

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

TÊNIS DE MESA: HUGO CONQUISTA  A 30ª MEDALHA DE OURO  PARA  O   BRASIL

 

Com este feito, o Brasil ultrapassou a marca  alcançada em Santo Domingo ( foram no total 29 medalhas de ouro); e superou o total que Gustavo Borges  havia conseguido , individualmente ( 8 medalhas). Agora Hugo é o atleta com mais medalhas de ouro em Pan-Americanos ( 9 medalhas).

 

A equipe brasileira de tênis de mesa masculina é ouro nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007. O trio formado por Hugo Hoyama, Thiago Monteiro e Gustavo Tsuboi conquistou nesta terça-feira a primeira colocação ao vencer na final a Argentina por 3 a 1, no Complexo do Riocentro Pavilhão 4B. E Hoyama tem mais ainda o que comemorar: tornou-se o brasileiro com o maior número de medalhas de ouro na história dos Jogos Pan-Americanos, totalizando nove - superou o nadador Gustavo Borges, com oito.

Hugo Hoyama é bicampeão individual (1991/95), tricampeão em duplas (1991/95/2003) e tetracampeão por equipes (1987/91/95/2007).

No primeiro jogo da final, visivelmente nervoso e ansioso, Hugo Hoyama foi derrotado pelo favorito Liu Song, chinês naturalizado argentino, por 3 sets a 0 (11-5, 11-6 e 11-5). Em seguida, Thiago Monteiro derrotou Gaston Alto em partida duríssima, por 3 sets a 2 (11-2, 9-11, 11-3, 10-12 e 11-9) empatando o confronto.

Na terceira disputa da melhor de cinco, a dupla brasileira formada por Thiago Monteiro e Gustavo Tsuboi, venceram os argentinos Gaston Alto e Pablo Tabachnik por 3 sets a 0 (11-4, 11-1 e 11-3) fazendo 2 a 1 para o Brasil.

Na partida decisiva, Hugo Hoyama venceu Pablo Tabachnik, por 3 sets a 2 (8-11, 11-9, 8-11, 11-7 e 11-7) garantindo o ouro brasileiro e sua nona medalha dourada na estória dos Jogos Pan-Americanos.

Estados Unidos e Canadá ficaram com a medalha de bronze.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BASQUETE FEMININO : BRASIL FICA  COM A PRATA

 

Na despedida  da ala Janeth, 38, das quadras, as garotas sub-22 dos Estados Unidos prevaleceram. A seleção norte-americana bateu a brasileira por 79 a 66 conquistou a medalha de ouro no basquete feminino do Pan pela primeira vez em 20 anos.

 

A Arena Multiuso do Rio não estava completamente lotada nesta terça-feira, mas recebeu um bom público, que fez muito barulho e deu grande apoio na tentativa do Brasil de voltar ao ponto mais alto do pódio dos Jogos desde Havana-1991.

Janeth começou bem o duelo, mas se desgastou ao encarar um duro teste em sua despedida. Ela enfrentou jogadoras até 17 anos mais novas e quatro centímetros mais altas, além de mais fortes. Terminou com 14 pontos e saiu aplaudida, chorando no meio da quadra, agradecendo aos torcedores.

"Fico um pouco chateada, pois, desde o início do trabalho, havia visualizado ganhar o ouro, mas pelo menos veio uma medalha. Chegou uma hora que elas atiravam para cima, e a bola caía. Elas fizeram cestas que não haviam feito durante todo o campeonato, foi sacanagem", afirmou a ala, em tom de brincadeira depois de admitir sentiu cansaço no final do duelo. Foi sua quinta partida em cinco dias - ela teve média de 32min58s por jogo e foi a terceira principal pontuadora do torneio, com 17,2.

 



Promovida à equipe titular no lugar de Karen, Micaela foi uma das poucas da seleção brasileira capaz de superar fisicamente as adversárias. Ela usou sua velocidade e capacidade atlética para se infiltrar e causar estragos na defesa adversária e marcou 21 pontos. Sua média final foi de 17,4 pontos, atrás apenas da colombiana Yaneth Arias (19,8).

Mas sua exibição foi insuficiente para a seleção. Mesmo com uma equipe de universitárias, as norte-americanas se comportaram como um time adulto, forte fisicamente, que disputou cesta a cesta a medalha de ouro. O destaque do jogo foi a armadora Mattee Ajavon, que destroçou a marcação brasileira no último quarto e terminou com 27 pontos, sendo que 24 deles foram anotados no segundo tempo.

"Não foi o Brasil que perdeu, mas os Estados Unidos que ganharam. Elas jogaram bem. Individualmente elas assumiram o conttrole do jogo e fizeram duas bolas de três pontos ao final do cronômetro que acabaram com o jogo", afirmou o técnico Barbosa.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

FUTSAL: BRASIL GOLEIA CUBA POR 8 X  0 E JÁ ESTÁ NA PRÓXIMA FASE

 

Jogadores saúdam a torcida

 

Finalmente a seleção brasileira de futsal encantou os torcedores, que compareceram em bom número no Pavilhão 3B, no Riocentro. Com uma convincente goleada por 8 a 0 sobre Cuba, com direito a três gols do astro Falcão, o Brasil venceu sua segunda partida nos Jogos Pan-Americanos e lidera o Grupo A, seguido do Paraguai, que também tem duas vitórias.


O Brasil começou o jogo em ritmo alucinante. Com menos de um minuto de jogo, a estrela de Falcão começou a brilhar. Ele abriu o marcador driblando o goleiro cubano Carbo. Pouco depois, Vinícius fez o segundo em bela tabela com Valdin.

Cuba não ameaçava o gol brasileiro e a partida ficou um autêntico treino de ataque contra defesa. O terceiro não demorou a sair, com Gabriel ampliando. No minuto seguinte, mais um de Falcão, agora num lindo giro que terminou com a bola no fundo das redes. Antes de terminar o primeiro tempo, uma triangulação entre Falcão, Vinícius e Neto resultou no quinto gol do Brasil. Neto marcou.

 

Falcão dá espetáculo em quadra


O segundo tempo começou e o espetáculo de Falcão continuava, para o delírio da torcida. Ele deu passe açucarado para Marquinho, que chutou forte, fazendo o sexto gol da goleada brasileira. Falcão, eleito o melhor jogador de futsal do mundo, ainda fez mais um, aproveitando a rebatida de uma disputa de bola entre Vinícius e três adversários. Ainda houve tempo para mais um. Simi deixou o seu, com um chute forte, que desviou em um cubano e enganou o goleiro Carbo.

No final do jogo, a torcida fez a tradicional contagem regressiva, marca registrada desses Jogos Pan-Americanos. Dessa vez, todos saíram muito satisfeitos com o show dado por Falcão & Cia

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

ESQUI AQUÁTICO: ENTENDO ESTA MODALIDADE

 

MARCELO  : OURO

Desenvolvido nos alpes europeus, o esqui começou a se popularizar na última década do século 19, principalmente na Áustria, Alemanha, Suíça e França. Entretanto, apenas em junho de 1922 a modalidade trocou as montanhas geladas da Europa pelas praias dos Estados Unidos graças a uma idéia do norte-americano Ralph Samuelson, de 18 anos, que ajudado pelos irmãos utilizou esquis para percorrer o lago Pepin, em Minnesota.

Como as tentativas com esqui alpino não deram certo, em pouco tempo, Samuelson desenvolveu esquis próprios para a água. Em julho de 1925, já com o domínio sobre a invenção, o norte-americano realizou o primeiro salto de esqui sobre uma rampa, no mesmo lago Pepin. No mesmo ano, Fred Waller patenteou os primeiros esquis próprios para a água.

Na década de 30, várias cidades norte-americanas receberam competições de demonstração de esqui aquático. O sucesso da modalidade cruzou o Atlântico. Em 1946, um grupo de esquiadores que disputavam uma competição em Genebra, na Suíça, criaram a União Internacional de Esqui (hoje Federação Internacional de Esqui Aquático).

O primeiro Campeonato Mundial da modalidade foi disputado na França, em 1949. No ano de 1972, o esqui aquático foi incluído como esporte-exibição nos Jogos Olímpicos de Munique, na Alemanha. Esta foi a única participação olímpica do esporte. No Pan, o esqui é disputado desde Mar del Plata-95, na Argentina.
 
UOL

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

MARCELO, O MARRECO, CONQUISTOU OURO NO ESQUI AQUÁTICO  NO WAKEBOARD

 

 

O brasileiro Marcelo Giardi, o Marreco, confirmou as expectativas e garantiu nesta segunda-feira a medalha de ouro no wakeboard, modalidade que faz sua estréia nos Jogos Pan-Americanos como prova do esqui aquático.

"Vencer aqui é bom demais, nem acredito ainda", comemorou o atleta, muito emocionado. "Achei que vinha para brigar pelo pódio, mas contava com um bronze. Essa medalha vai ajudar muito o esporte brasileiro, e mostrar às pessoas que a gente é de alto nível no país. Para todo mundo que desdenhou, que duvidou do esqui aquático, essa é a resposta."

Classificado para a decisão com folga nas eliminatórias, quando foi o primeiro colocado, Marreco anotou 82,45 pontos contra 81 pontos do canadense Brad Buskas. A medalha de bronze ficou com o argentino Edgardo Martin, que conquistou 76,98 pontos. No wakeboard, ganha quem fizer mais manobras com maior nível de complexidade. Os saltos são julgados de acordo com execução, composição e dificuldade.

Considerado o brasileiro com maiores chances de medalhas no esqui nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, Marreco já colocava o atleta canadense como seu principal adversário no Pan.



"Sabia que a disputa era entre nós dois se eu fizesse tudo certo. O Buskas foi muito bem, mas consegui fazer todas as manobras com altura, e isso conta bastante", avaliou Marreco.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

PENTATLO  MODERNO : CONHEÇA  MELHOR ESTE  ESPORTE

 

YANE  GANHOU OURO

 

Esporte criado pelo Barão de Coubertin

A primeira aparição do esporte foi ainda na Antiguidade, por volta do ano 708 a.C., sob a influência dos soldados da cidade grega de Esparta - que o praticavam como forma de treinamento. Considerado a parte mais importante das Olimpíadas da era antiga, o pentatlo tinha quatro provas eliminatórias: corrida, salto em distância, arremesso do disco e salto em altura. Ao final, apenas dois competidores decidiam o título numa prova de luta. O vencedor era aclamado no território grego e cultuado como um semideus.

Imaginando uma competição que conseguisse premiar o atleta mais completo, como se fazia no pentatlo dos Jogos Antigos - disputados há 2700 anos -, o barão Pierre de Coubertain decidiu incluir uma modalidade parecida nos Jogos da Era Moderna.

Aprovado no Congresso do Comitê Olímpico Internacional, realizado em Budapeste, Hungria, um ano antes, o pentatlo estreou nas Olimpíadas de Estocolmo-1912, com a disputa das seguintes modalidades: tiro, esgrima, natação, hipismo e corrida.

Durante várias décadas, o esporte também foi utilizado como parte dos exames finais em numerosas academias militares da Europa. O pentatlo foi administrado diretamente pelo Comitê Olímpico Internacional até 1948, ano em que foi criada a União Internacional do Pentatlo Moderno (UIPM), fundada pelo sueco Gustaf Dyrssen, campeão olímpico da modalidade em 1920.

Nos Jogos Pan-Americanos, o esporte fez a sua estréia logo na primeira edição em disputa, na cidade de Buenos Aires, na Argentina, em 1951.

UOL

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

FUTEBOL  DE SALÃO : BRASIL VENCE 

NA ESTRÉIA . FORAM 4 X 1 SOBRE  A

GUATEMALA

 

 

CONFIANÇA PARA O SEGUNDO JOGO

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

PENTATLO  MODERNO :  YANE É OURO

Após o término da prova de corrida, a brasileira Yane Marques conquistou a medalha de ouro no pentatlo moderno dos Jogos Pan-Americanos, nesta segunda-feira. Ela manteve a primeira colocação geral do pentatlo durante quatro, das cinco provas.


 

Yane chegou em 10º lugar na prova de hipismo, disputada no Complexo Esportivo Deodoro, mas manteve a maior pontuação (4.576).

 

Ela começou o pentatlo em quinto lugar, na prova de tiro. Na segunda prova, a de esgrima, ela conseguiu vencer e foi para o primeiro lugar geral, com 2.240 pontos. Na natação, a brasileira fez 1.304 pontos e manteve sua primeira colocação.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

FUTEBOL DAS MENINAS  ESTÁ NA FINAL CONTRA AMERICANAS; QUINTA AO MEIO-DIA

 

TREINADOR NÃO GOSTOU DO 1º TEMPO DIANTE DO MÉXICO; UMA ESPÉCIE DE 1  'SALTO ALTO' CHEGOU À SELEÇÃO

 

A dificuldade para o Brasil vazar a defesa do México no jogo semifinal do torneio feminino de futebol dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro aliada a algumas jogadas de efeito fez o técnico da seleção, Jorge Barcellos, acusar a equipe de ter atuado de "salto alto" no primeiro tempo da partida.

 

No segundo tempo, com dois gols da lateral-esquerda Rosana, a seleção fez 2 a 0 nas mexicanas e se classificou para a final do Pan.

"Acredito que no primeiro tempo tiveram alguns lances de salto alto. A gente não veio aqui para dar espetáculo. A gente veio para conseguir os três pontos e ir para a final", disse Barcellos. "Em alguns momentos as jogadoras quiseram fazer toques de chaleira ou dar dribles para trás para alegrar a torcida", completou.

O treinador não quis revelar quais jogadoras atuaram de 'salto alto' na partida. As jogadas mais plásticas do confronto foram realizadas por Marta e Rosana.

"Estava havendo um individualismo muito grande principalmente no primeiro tempo. Você jogar afunilando contra uma equipe muito defensiva não vai sair gol", criticou Barcellos.

Após a conversa no intervalo, o técnico acredita que conseguiu acertar o time. Além disso, o nervosismo mostrado no primeiro tempo diminuiu, e o Brasil finalmente conseguiu converter em gols o domínio demonstrado em todo o jogo.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

VOLEIBOL MASCULINO PASSA  PELO CANADÁ : 3 SETS  X  0

 

 

O cansaço não fez a diferença. A crise instaurada na equipe após o corte do ex-capitão Ricardinho também não. Assim, a seleção masculina de vôlei do Brasil conseguiu estrear com vitória nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Na noite desta segunda-feira, o time bateu o Canadá por 3 sets a 0, com parciais de 25-19, 25-18 e 25-17.

 

Antes do Pan, a seleção passou por algumas turbulências. A primeira delas foi a desgastante maratona final da Liga Mundial, que acabou no domingo da semana passada com mais um título para o Brasil. Depois, já cansado da viagem da Polônia ao Rio de Janeiro, o time perdeu um dos seus líderes, o levantador Ricardinho, cortado pelo técnico Bernardinho na noite de sábado.

A ausência de Ricardinho foi sentida. Vários cartazes pediam a volta do levantador ou mostravam apoio ao jogador. Na apresentação da equipe, o técnico Bernardinho chegou a ser vaiado por uma minoria, assim como o seu filho, o levantador Bruninho, que ficou com a vaga do ex-capitão. Nos dois casos, o restante da torcida abafou com aplausos as vaias.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NOS 10 MIL METROS, LUCÉLIA PERES CONQUISTA BRONZE

 

Com o tempo de 33m19s48, nos 10.000m, Lucelia Peres conquistou a primeira medalha para o Brasil, nas provas de atletismo do Pan. A medalha de ouro ficou com a americana Sara Slattery (32m54s41), que bateu o recorde pan-americano. A prata foi para a mexicana Dulce Maria de la Cruz (32m56s78). Ednalva Silva, a Pretinha, ficou na sétima posição (34m09s21).

- Foi emocionante ver o pessoal acompanhando volta a volta. Estou muito feliz, esta medalha é como se fosse ouro para mim. A prova teve atletas fortíssimas, mais experientes do que eu. Fico feliz por ser a primeira a ganhar medalha para o atletismo, ainda mais por ser meu primeiro Pan - diz, emocionada, Lucelia.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

TÉCNICA AMERICANA  DE BASQUETE  FEMININO  ELOGIA PAN BRASILEIRO

 

 

Tricampeã olímpica e bi mundial, Dawn Staley quer incluir mais uma medalha de ouro em sua coleção na tarde desta terça-feira. A técnica dos Estados Unidos tem pela frente a seleção brasileira e o barulho da torcida na Arena Multiuso. Ainda assim, ela afirma que mal pode esperar pelo início da grande final.

- Vai ser um grande jogo. São dois excelentes times de basquete - afirmou Staley, ao deixar a quadra após a vitória por 75 a 59 contra o Canadá na semifinal.

Staley jamais conquistou um ouro pan-americano. Poderia ter conquistado em 1995, quando os Estados Unidos montaram uma forte equipe para disputar os Jogos de Mar Del Plata. Por falta de quórum, no entanto, o torneio feminino acabou não acontecendo.

- Por isso, é muito especial para mim estar aqui. Tive muita sorte de ser escolhida para treinar esta equipe. Naquele ano, nós tínhamos um elenco muito decente, foi uma pena. Mas estou adorando o campeonato aqui. Acho que vocês deveriam sediar os Jogos sempre - brinca.

Assistente de Anne Donovan na seleção principal, Staley esteve em São Paulo no Mundial do ano passado. Agora, ela mal tem tempo para curtir o Rio.

- Eu já conhecia a cidade, então desta vez estou concentrada em fazer nosso time render bem - explica.

Globo Esporte

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

ATLETISMO : MARÍLSON É BRONZE NOS 5 MIL METROS 

 

 

Marílson Gomes dos Santos ficou com a medalha de bronze nos 5.000m, com o tempo de 13m30s68). O campeão foi o americano Ed Moran, que bateu o recorde pan-americano com 13m25s60. Em segundo chegou o mexicano Juan Luis Barrios (13m29s87). Ubiratan Santos ficou na nona posição, com a marca de14m34s08.

- Fiquei feliz. Estava esperando esse bronze. Foi uma prova muito dura, eu estou acostumado a correr maratonas e, por isso, não tenho um bom sprint final. A torcida está de parabéns. Agora, é descansar para os 10.000m - afirma Marílson.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BAQUETE  FEMININO : BRASIL PEGA  AS   AMERICANAS  NA  FINAL

 

JANETE SENTE  INCOMODAÇÃO DE BOLHAS NO PÉ

A jogadora Janeth deixou a quadra, nesta segunda-feira, mancando e sem o tênis, após a vitória da Seleção Brasileira contra Cuba, por 79 a 60, na Arena Multiuso, pela semifinal dos Jogos Pan-Americanos.

 

A atleta, porém, afirmou que as dores, provocadas por uma bolha, não vão atrapalhar o seu desempenho no jogo de amanhã.

"Estou com uma bolha enorme. Começou a se formar ontem, e hoje abriu um pouco mais. Mas para amanhã, eu vou estar bem", garantiu a jogadora.

Janeth, 38 anos, brincou pelo fato de estar perto de se aposentar, dizendo que "talvez por isso estou parando de jogar", brincou, usando a bolha como exemplo para o desgaste físico que o esporte proporciona.

Janeth comentou também sobre a aposentadoria - amanhã será o seu último jogo na carreira.

"Espero poder dar o melhor para a equipe. Eu nem fico pensando muito nisso (aposentadoria). Só lembro quando vocês me dizem", afirmou a atleta

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

HUGO  PRETENDE BATER RECORDES EM MEDALHAS

HUGO

 

Aos 38 anos, o mesa-tenista Hugo Hoyama pode se tornar recordista brasileiro em medalhas de ouro em Jogos Pan-Americanos. Assim como Gustavo Borges, Hoyama conquistou um total de 8 medalhas de ouro na competição. Com a aposentadoria do nadador, o mesa-tenista tem a chance de ser o único recordista.

 

"Quero muito ser o atleta com o maior número de medalhas de ouro em Jogos Pan-Americanos, mas meu objetivo principal é lutar pela equipe. Fizemos uma preparação visando não só a minha medalha, mas a do Brasil", disse o mesa-tenista após a vitória da equipe brasileira contra a República Dominicana, na tarde desta segunda-feira.

Hugo Hoyama explicou também a derrota contra o chinês naturalizado dominicano Ju Lin por 3 sets a 0, em uma das partidas de hoje.

 

THIAGO MONTEIRO

 

"Fui muito afobado. Ele estava jogando muito bem e eu quis decidir logo. Não sei realmente o que aconteceu. Deu para mostrar que não só porque a gente é experiente, temos frieza para acertar todas as bolas", disse o mesa-tenista.

Hugo Hoyama agradeceu também a torcida que esteve presente no Completou Complexo Esportivo Riocentro durante o confronto contra a República Dominicana.

"A energia que eles estão passando está ajudando demais. Amanhã, se tiver dois ou dois mil torcedores, vão ser importantes do mesmo jeito", afirmou o jogador, antes de ir tirar fotos e dar autógrafos.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

PÓLO AQUÁTICO MASCULINO: CONTROLAR ANSIEDADE É A META PARA ÉNFRENTAR  CANADENSES

 

 

Assim como aconteceu no torneio feminino, a Seleção masculina de pólo está sofrendo para controlar a ansiedade na frente das arquibancadas cheias do Parque Aquático Julio Delamare, nestes Jogos Pan-Americanos.

Após a vitória sobre o México, por 12 a 8, os jogadores foram unânimes em dizer que a falta de tranqüilidade é o principal ponto a se corrigir para passar pelo Canadá, na próxima quarta-feira, e avançar à decisão do título.

"A presença da torcida faz a equipe acelerar um pouco o ritmo. Não foi a orientação que eu passei. Pedi tranqüilidade e calma", afirmou o técnico Barbaro Dias.

"Para vencermos o Canadá temos que manter um pouco mais a calma. A equipe foi muito afobada na hora de atacar e errou na defesa", afirmou o jogador Mega, que marcou três gols contra os mexicanos.

O experiente goleiro Pará acredita que a Seleção terá pela frente um adversário muito mais difícil que os mexicanos e crê que algumas coisas ainda precisam ser consertadas.

"Vai ser um jogo duríssimo, temos que tomar cuidado, porque eles contra-atacam de forma muito rápida, como os Estados Unidos", disse.

 

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BOXEADORES JÁ GARANTIRAM 8 MEDALHAS E BUSCAM OUROS

 

 

Oito brasileiros já têm medalha de bronze garantida nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Eles se classificaram às semifinais da competição e confirmaram, no mínimo, o terceiro lugar no torneio, disputado no Riocentro. As disputas pela decisão da competição acontecem nesta terça-feira, a partir das 18h (de Brasília).

Nesta segunda-feira, cinco pugilistas confirmaram presença nas semifinais do Pan. Davi Souza, Myke Carvalho, Glaucélio Abreu, Rafael Lima e Antônio Rogério Nogueira, o Minotouro, venceram suas lutas. Já no último domingo, James Dean Pereira, Everton Lopes e Pedro Lima já haviam se classificado.

Davi Souza, que voltou a disputar os Jogos após recorrer de sua eliminação na primeira rodada, derrotou o mexicano Javier Vargas por 16 a 13, na categoria 57kg. Já na categoria até 64kg, Myke Carvalho venceu sem dificuldades o venezuelano Jonny Sanchez por 19 a 4.

Glaucélio Abreu, na categoria até 75kg, garantiu a classificação ao vencer, em uma luta equilibrada, Joseph Clarence, das Ilhas Virgens, por 13 a 12. Ao contrário de Glaucélio, Rafael Lima se classificou sem problemas no peso pesado (até 91kg) ao bater o canadense Sebastien Lalumière por 18 a 5.

Encerrando a noite desta segunda, Antônio Rogério Nogueira, o Minotouro, já conhecido pelos torcedores, passou sem dificuldades pelo venezuelano Jonny Molina ao vencer o confronto por 18 a 6 na categoria acima de 91kg.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

ATLETISMO: FABIANA É OURO NO SALTO COM VARA

 

A  ATLETA CONQUISTA  A TORCIDA  E A FESTA É  INTENSA

 

Dia de alegria e medalha de ouro para o Brasil nos Jogos Pan-Americanos. Nesta segunda-feira, Fabiana Murer roubou a cena e deu um show à parte no Estádio João Havelange. Além de conquistar a medalha de ouro, ela superou duas vezes o recorde pan-americano e esteve muito próxima de superar seu próprio recorde sul-americano também. Além dela, outros brasileiros brilharam. Destaque para Lucélia Peres (10.000m), Marílson Gomes dos Santos (5.000m) e Elisângela Adriano (lançamento de disco), que conquistaram medalhas de bronze.  Fabiana Murer travou uma batalha particular com a americana April Steiner. Ambas foram superando marcas e deixando adversárias para trás até 4m40, quando igualaram o antigo recorde pan-americano de Melissa Mueller, dos Estados Unidos. Daí para frente, Fabiana sobrou. Foi feliz ao saltar 4m50 (primeira quebra de recorde pan-americano) e mais feliz ainda quando atingiu, com o ouro garantido, já que April Steiner parou nos 4m40, a marca de 4m60, superando pela segunda vez o recorde pan-americano.


A festa tomou conta da arquibancada do Engenhão. Mesmo satisfeita com a conquista dourada, Fabiana Murer não parou. Apoiada pelo público, iniciou uma nova série de três tentativas para saltar 4m68 e quebrar o próprio recorde sul-americano (4m66). Apesar de todo o esforço, não conseguiu o seu objetivo. Mas não teve problema. A festa era verde e amarela do mesmo jeito. 

- Fiquei muito feliz com essa medalha. A torcida esteve do meu lado o tempo todo e me deu muita força. É um sonho conquistar a medalha de ouro em um Pan-Americano que está sendo realizado no meu próprio país - afirma, emocionada.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BOXE: MINOTOURO  SEGUE VITORIOSO

 

 

Em sua segunda participação nestes Jogos Pan-Americanos, Rogério Minotouro garantiu a oitava medalha para o boxe brasileiro. Com precisão cirúrgica nos golpes, Rogério derrotou o venezuelano Jonny Molina, por 18 a 6, em luta válida pela categoria acima de 81kg.

Na próxima rodada, Minotouro enfrentará o cubano Robert Alfonso, que derrotou o dominicano Cristian Cabrera por 8 a 2, pelas semifinais.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

PATINAÇÃO ARTÍSTICA GANHA MAIS OURO PARA O BRASIL E  MAIS 1 BRONZE

A patinação artística reservou neste domingo para o Brasil um ouro para Marcel Sturmer e um bronze para Juliana Almeida. Sturmer chegou ao bicampeonato pan-americano, e o Brasil repetiu os mesmos metais obtidos em Santo Domingo-2003.

O gaúcho Sturmer, com o mapa do Brasil de lantejoulas nas costas, dançou um mix de ritmos nacionais para levantar o público. Já a paulista Juliana Almeida escolheu a música do país vizinho, o tango. E ficou no terceiro lugar.

 



No masculino, Sturmer foi o último a se apresentar e sentindo a pressão da ótima apresentação do rival argentino, Daniel Arriola. "Ele foi perfeito. Estava assustado porque ele já me venceu em torneios, incluindo o Mundial. Tive que usar todos meus recursos", disse logo após o feito. O norte-americano Josh Rhoads ficou com a prata.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

HANDEBOL DE OURO, EXIBE  SHOW E FAZ ARGENTINOS 'PERDEREM A CABEÇA'

 

Em uma final de extrema rivalidade, que contou com uma briga no último minuto, os brasileiros derrotaram os argentinos por 30 a 22, na tarde deste domingo, no Pavilhão 3 do Complexo Esportivo Riocentro.

Além do bicampeonato pan-americano, a seleção terminou a competição invicta e garantiu classificação para os Jogos Olímpicos de Pequim em 2008.

A conquista da medalha de prata trouxe aos "hermanos" recordações ruins da final do Pan de 2003, em Santo Domingo, em que o Brasil venceu com um gol na prorrogação. A Argentina nunca foi campeã do torneio.

 

A torcida, que assistiu ao confronto da melhor defesa (Brasil, 74 gols) com o melhor ataque (Argentina, 138 gols), compareceu em peso para empurrar a equipe na final e deu um verdadeiro show nas arquibancadas. 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

VÔLEI DE PRAIA LEVA OURO COM EMANUEL E RICARDO

 

A dupla brasileira formada por Ricardo e Emanuel venceu, neste domingo, os norte-americanos Loomis e Stolfus por 2 sets a 0, com 21/19 e 21/13, e garantiram a dobradinha brasileira no vôlei de praia dos Jogos Pan-Americanos, disputados no Rio de Janeiro. Os norte-americanos se mostraram muito nervosos e chegaram a provocar a torcida brasileira.

 

Quando se preparava para fazer o último saque do jogo, que os brasileiros converteram em seguida o match point, Stolfus se irritou com as vaias do público. O atleta levou uma mão à cabeça e abanou a outra, como se pedisse mais, enquanto seu companheiro Loomis o imitou perto da rede.

Em seguida, durante a cerimônia de premiação, os protestos da torcida brasileira voltou a causar reação nos norte-americanos. Stolfus sorriu ironicamente enquanto aplaudia, enquanto Loomis mandou beijos e pediu que todos se sentassem.

 

 

Antes do final do primeiro set, Stolfus já havia perdido a cabeça após uma marcação da arbitragem e se exaltou. Tirou o boné da cabeça, gesticulou e gritou muito até levar o cartão amarelo.

"Talvez aquilo tenha afetado todo o resto da partida. Com certeza a decisão do juiz me afetou porque fiquei bem irritado", afirmou o norte-americano, após o fim da partida.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NATAÇÃO : Thiago exibe  as 8 medalhas  PAN : 6 de ouro, 1 de prata e 1 de bronze

 

 

Com seis medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, o nadador Thiago Pereira já pensa nas Olimpíadas do próximo ano. Mesmo encerrando sua participação como uma das estrelas do Pan, o brasileiro admite que deve trabalhar muito mais para ter chances nos Jogos em Pequim.

"Pan é Pan, Olimpíada é Olimpíada. Nadei bem, tive bons resultados e o que eu mais gostei foram das parciais nos 200m medley. Agora é começar tudo de novo, para conseguir medalha em Pequim", afirmou o novo recordista de ouros em um Pan-Americano.

Pereira conquistou a medalha dourada nos 200m e 400m medley, nos revezamentos 4x100m e 4x200m livre, nos 200m costas e 200m peito, além de levar a prata no revezamento 4x100m medley e o bronze nos 100m costas.

"Agora posso dizer que acabou. Não teria como ser melhor. Consegui as oito medalhas. Quando cheguei aqui era o que eu queria, só não sabia quais seriam as cores delas. Acabei indo além do esperado", disse Pereira.

O nadador ultrapassou a marca de cinco ouros do norte-americano Mark Spitz, em Winnipeg-1967. Depois da maratona de eliminatórias, semifinais e finais, Pereira nadou cerca de 3km no total e admitiu o cansaço no último dia de competição.

"Hoje foi o dia mais difícil por dois motivos: primeiro pelos dois norte-americanos que eram bem fortes nos 200m costas e pelo meu cansaço. Estava bem cansado. Foi a primeira vez que nadei assim e consegui", disse satisfeito o brasileiro.

Nova sensação do esporte brasileiro, Pereira tomou as manchetes da imprensa e arrancou muitos gritos da torcida no Complexo Aquático Maria Lenk. Mas afirma que está pronto para lidar com essa pressão.

"Não tenho noção de como está lá fora, mas estou bem concentrado no que vou fazer daqui para frente. O Pan foi uma prova de que estou bem psicologicamente quanto a pressão", explica.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Judô : Daniela  perde  por  ippon

 

Daniela Polzin chorou ao perder da campeã mundial. Mas o choro, de tristeza, era também de esperança. "Agora estou decepcionada. Acabei de sair da luta. Mas minha cabeça está erguida. Ontem à noite, em minhas orações, pedi que se tivesse de abrir mão da medalha de ouro por uma medalha olímpica, eu faria. Deus sabe o que faz".

A medalha de ouro não veio, culpa da cubana Yanet Bermoy, campeã mundial em 2005. Ela venceu por ippon, após abrir uma pequena vantagem para a brasileira. "Na luta final, encarei uma grande adversária e gostaria que o resultado fosse diferente. Vim para o ouro, mas faltou pouco. Ela acabou botando vantagem no inicio e tive de abrir a guarda. Se não abrisse, perderia de qualquer forma".

 



A cubana fez questão de elogiar a brasileira. "Ela não deve desanimar. Eu a enfrentei quatro vezes nesse ano, nunca perdi, mas ela é uma atleta de muita qualidade. As duas estavam em busca de uma só coisa, o ouro do Pan".

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

JUDÔ: JOÃO DERLY CONQUISTA OURO PARA O BRASIL

 

 

Depois da confusão que tomou conta do ginásio onde foi realizado o último dia de confrontos do torneio de judô, o brasileiro João Derly conquistou a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos 2007. Ele venceu o combate contra Roberto Ibañes, do Equador.

 

 

João Derly,  o de azul, na

luta anterior à finalíssima

 

O  judoca João Derly, 26 anos de idade, mostrou ser o favorito do judô na categoria meio-leve. Neste domingo à tarde, o campeão mundial conquistou mais um ouro para o Brasil no Pavilhão 4A do Complexo Riocentro, nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007.

O equatoriano Roberto Ibañez dificultou demais com golpes rápidos e certeiros, mas nada abalou o gaúcho João Derly, que foi sensacional e venceu, ocupando o lugar mais alto do pódio.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BOXE: DAVID  SEGUE, APÓS CONFUSÃO DO ÁRBITRO E RECURSO DO BRASIL

 

A Confederação Pan-Americana de boxe acatou o recurso do pugilista Davi Souza e deu a vitória do combate contra o peruano Carlos Zambrano para o brasileiro. Desta forma, Davi segue na competição e enfrenta o mexicano Francisco Vargas Pelaez, em combate válido pela categoria até 57kg.

Na noite de sexta-feira, o brasileiro enfrentou o atleta do Peru na primeira rodada de lutas da categoria dos Jogos Pan-Americanos. Após o término do combate, que acabou empatado, os árbitros classificaram Carlos Zambrano para a próxima fase da competição. Inconformado, Davi entrou com o um recurso criticando os critérios dos juizes.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

VÔLEI DE PRAIA : LARISSA  E JULIANA  CONQUISTAM O  OURO CONTRA CUBANAS

A dupla brasileira formada por Juliana e Larissa vingou a Seleção do vôlei de quadra e venceu, neste sábado, as cubanas Fernandez e Larrea por 2 sets a 0, com parciais de 21/15 e 21/17, levando o ouro na competição, disputada na Arena de Copacabana, nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Na última quinta-feira, a equipe comandada por Zé Roberto Guimarães perdeu final dramática para a equipe de Cuba.

 

Com isso, o Brasil chega ao seu 20º ouro no Pan do Rio e se mantém na terceira colocação no quadro geral de medalhas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e de Cuba.

As brasileiras começaram a partida demonstrando nervosismo no início do set. Juliana chegou a errar três saques, mas logo depois, com a ajuda da torcida, as atuais campeãs mundiais conseguiram fechar o set por 21 a 15.

Assim como na primeira etapa, o jogo começou bastante equilibrado, mas após a primeira metade do set, as brasileiras novamente foram superiores e garantiram mais um ouro para o Brasil, fechando a parcial com 21/17.

A medalha de bronze ficou com as mexicanas Bibiana Candelas e Mayra García López, que venceram as canadenses Sarah Maxwell e Marie Lessard

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

LEANDRO GUILHEIRO PERDE POR IPPON, MAS  GANHOU PRATA

 

O judoca Leandro Guilheiro perdeu a final da categoria até 73kg para o norte-americano Ryan Reser e ficou com a medalha de prata, neste sábado, no Complexo Esportivo Riocentro.


 

Em um minuto de combate, Reser conseguiu encaixar um bom golpe no brasileiro e venceu por ippon.

A medalha de bronze ficou com o cubano Ronald Girones, que perdeu para Guilheiros na semifinal, por três yukos.

Nas quartas-de-final, o judoca paulista passou por Nicholas Tritton, do Canadá, que levou três punições durante a luta.

Nas preliminares, o brasileiro venceu o haitiano Josue Deprez, com um ippon na metade da disputa, quando a luta estava empatada em um yuko para cada.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

JUDÔ FEMININO: DANIELLE  ZANGRANDO  VALE OURO

 

 

A brasileira Danielle Zangrando derrotou Valerie Gotay, dos Estados Unidos, e conquistou a medalha de ouro na categoria 57kg do judô dos Jogos Pan-Americanos, disputada no Riocentro.

Apesar de não acertar nenhum golpe, Zangrando venceu a judoca norte-americana por um koka, conquistado quando Valerie foi punida pelos árbitros.

Na semifinal, a brasileira passou pela colombiana Yadinis Amaris com facilidade, aplicando um ippon.

A brasileira venceu a haitiana Ange Jean-Baptiste, nas quartas-de-final, sem fazer grandes esforços. Jean-Baptiste foi punida quatro vezes pelos árbitros, dando vitória à Zangrando.

 

 

Essa foi a segunda medalha dourada conquistada na categoria feminina de judô para o Brasil nesse Pan. Ontem, a judoca Edinanci Silva conquistou ouro na categoria até 78kg.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Kaio Márcio leva o ouro nos 200m borboleta

Kaio Márcio liderou a final dos 200m borboleta desde o começo e somou mais uma medalha de ouro para a natação brasileira nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

Além da medalha dourada, Márcio estabeleceu um novo recorde pan-americano, cravando 1min55s45, e também atingiu o índice olímpico para Pequim 2008.

KAIO, NO CENTRO DA FOTO

 

O americano Eddie Erazo chegou em segundo, com 1min57s07, enquanto o bronze foi para o mexicano Juan Jose Veloz Davila (1min58s43).

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem