N

Award p/ você!



Não precisa pedir.
É seu! Ofereço-lhe,
de coração!Volte logo!


*****

N


N

N

N

N

Photobucket - Video and Image Hosting

N

*****

N

*****

Photobucket - Video and Image Hosting

N

*****

*****

N

N

*****

Calendário



*****

*****

*****

*****

*****

*****

Perfil

*****

Nome:Nilceu Francisco

Aniversário:11 de julho

Cidade:Campinas-SP

Gosto:Boas amizades, Viver, Conquistar, Amar

Hobby:Compor

Filmes:Aprecio a todos os gêneros

Músicas:Dance, Românticas... Preferidas :Folhas de outono; As rosas não falam, Palavras lindas; e tantas outras rsrs




*****

*****

*****

MAIS NOTÍCIAS

*****

*****

*****

*****

*****

SOM

*****

Aquarela do Brasil /Ari Barroso


*****

Destaque

N


Obrigado, Izilda

*****

N

PRÊMIOS RECEBIDOS .

MUITO OBRIGADO, GENTE!

N

*****


N

N

N

*****

VISITE O ESPAÇO COM MAIS PRÊMIOS;


É SÓ CLICAR NA IMAGEM ABAIXO!

*****

*****

*****

*****

*****

AMIGOS

*****

Adorável Pecadora
Afrodite
Aléxia
Amanda(Dinha)
Anderson
Andréia(Dea Cute)
Andréia(Portugal)
Andréia Yamashita
Ane
Angel
Angélica
Anny
As manas
Bárbara
Bella Nika
Betty Blue
Brumaximus
Bruno
Cacau
Carol
Cássia
Celi
Chulapa
Cida
Cida Mary
Cínthia(Cantinho Proib)
Cínthia Duim(Cem Coisinhas)
Cínthia(Madame Mim)
Cínthia Duim(Patinha Cute)
Cláudia
Clube Melhor Idade
C.M.I.(Festas)
C.M.I.(Happy Hour)
C.M. I.(Visitas)
C. M.I.(Votos)
Clube Real (Ludjero)
Cris Couto
Cristina Sueta
Cristiny
Cursed Lady
Deborah
Denise/Gifs
Deusa da Lua
Diego
Dininha
Docinho
Drica
Duda
Dulcinéia(Tutu Mineiro)
Edi Suely
Eimy
Élidy
Elo
Emi
Érika
Estrela/Ana Lucia
Estrela da noite
Estrelinha
Evanir(Anjos)
Evanir(Fonte)
Evanir(Homenagens)
Everton
Fabi
Fada azul
Fascinação(Blog)
Fascinação(Links)
Fascinação(Templates)
Fernanda
Fernando
Flávia
Flavinha
Flor de Luz
Flor Luz(Condomínio)
Fran
Giovanna(Cigana)
Giselle
Gismili
Gonçalo
Gorete
Gui
Halma Guerreira(Ganhe sala)
Halma Guerr(Personalizar)
Halma Guerreira(Site)
Halma Guerreira(Selos)
Halma Guerreira(Votação)
Hera
Iara/Visual
Ingrid Mascari
Iolanda
Íris
Isabel/Bell
Ises(Deise)
Izilda
Izilda(Sonhos)
Izilda(Votação)
Jadna
Janaina Saucedo
João Guilherme
Joésio
Juliana
Ju(Jumah)
Jussara
Kátia
Keka
Keka/Segredos
Kevin/Kauan
Kezia
Lady
Laine
Lais
Líbia(Magia Gifs)
Lidiany
Liege
Lila
Lily
Line
Loira Romântica
Lu Barreto
Lúcia
Lúcia Mi
Lúcia Oliveira
Luís Celso
Luiza
LuLopes
Lyane
Manoela
Manu
Márcia
Márcia Rocha
Marcilene(Caze)
Marcilene (Chamas)
Mari
Maria do Carmo
Maria Clara
Maria Laura
Maria Laura(Diário)
Marilda
Marina
Marina/Estrela Mar
Marinês
Marlene
Marta
Mary Boller
Mayara
Meguy
Melina
Melissa
Menina Boneca
Michelle
Milena
Mírian
Místico
Mom Kakau
Monaliza
Mônica
Moranguinha
Nadja/Drika
Nadjinha(Atelier)
Nancy(Lua)
Nancy(Poetisa)
Nany Show
Nany Manfredi
NeideMel
Neide(pastora)
Neise
Neiva
Nena
Nicole
Nikyta
Nilda
Nivea
Norminha
Norminha (O Jornal)
Nylda (Lisboa)
O cavaleiro negro
Patrícia ( Sapo.pt))
Patrícia(Zip.Net)
Paty
Penha
Raquel
Regiane
Regina(B Mistura)
Regina(Relua)
Regina Teofilo
Rita
Rita de Cassia
Rita(Mulher Feliz)
Roberta
Rosa
Rosa Flor(Regina)
Rosamaria
Rosana
Rosângela
Rose
Rose Marie
Ruttyely/Júnior
Samara Angel
Sandra
Sandra Erika
Sílvia
Sílvia Franco
Sir-K
Smareis(Escrevinhando)
Smareis(Fotolog)
Smareis(Reflexões)
Smareis(Refúgio)
Sol
Solange
Su Dengosa
Sueli Silva
Sueli(Susuka)
Suellen(Pensamentos)
Suellen
Tadinha
Tamara
Tatiana
Tete
Tina
Tia Lili
Truffa de Cereja
Tuga
Turka
Vanderlei(Aragão)
Vanessa(Loira 26)
Vanessa Ferreira
Vania
Vania(Coisas)
Virgínia
Vitória
Viviane Cardoso
Viviane(Flor)
Zeca Pestana

*****

*****

*****

Escreva!

*****

*****

*****

*****

Meus outros blogs


LOVE STORIESS


BLOG FOLCLORE


BLOG NILCEU


ARRAIAL CAIPIRA


GARGALHADAS


RECANTO SANTISTA


BLOG EDUCAÇÃO


BLOG POLÍTICA


BLOG ESPORTES


PROSAMOROSA


BLOG ADULTO


BYE, BYE, tristeza


FOTOLOG DA FAMA


HOME

*****

*****

*****

Visitas

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

LINKS

BOL
Datas
Midis Voice
PAN - Calendário
PAN- História
PAN- Locais de provas
Tabela Cores
Tabela Cores 2
UOL


*****

*****

*****

*****

*****

*****

VOTE!

Votação

Dê nota p/ meu blog

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

Indique



Indique esse Blog

*****

*****

*****

*****

*****

Arquivos

15/06/2008 a 21/06/2008

01/06/2008 a 07/06/2008

11/05/2008 a 17/05/2008

04/05/2008 a 10/05/2008

13/04/2008 a 19/04/2008

06/04/2008 a 12/04/2008

30/03/2008 a 05/04/2008

23/03/2008 a 29/03/2008

09/03/2008 a 15/03/2008

02/03/2008 a 08/03/2008

10/02/2008 a 16/02/2008

03/02/2008 a 09/02/2008

27/01/2008 a 02/02/2008

20/01/2008 a 26/01/2008

13/01/2008 a 19/01/2008

06/01/2008 a 12/01/2008

30/12/2007 a 05/01/2008

23/12/2007 a 29/12/2007

16/12/2007 a 22/12/2007

09/12/2007 a 15/12/2007

02/12/2007 a 08/12/2007

25/11/2007 a 01/12/2007

18/11/2007 a 24/11/2007

11/11/2007 a 17/11/2007

04/11/2007 a 10/11/2007

28/10/2007 a 03/11/2007

21/10/2007 a 27/10/2007

14/10/2007 a 20/10/2007

07/10/2007 a 13/10/2007

30/09/2007 a 06/10/2007

23/09/2007 a 29/09/2007

16/09/2007 a 22/09/2007

09/09/2007 a 15/09/2007

02/09/2007 a 08/09/2007

26/08/2007 a 01/09/2007

19/08/2007 a 25/08/2007

12/08/2007 a 18/08/2007

05/08/2007 a 11/08/2007

29/07/2007 a 04/08/2007

22/07/2007 a 28/07/2007

15/07/2007 a 21/07/2007

08/07/2007 a 14/07/2007


*****

*****

*****

*****

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

Créditos



*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

*****

O NOSSO BRASIL...


Seja bem-Vindo(a)

ao mundo esportivo !

Acima estão algumas

das várias modalidades .

Escolha uma e pratique !

...MERECE SER AMADO !

Festa do handebol tem 'poeira' e imitação da seleção de vôlei

 

 

A seleção feminina de handebol "levantou poeira" na quadra do Complexo do Riocentro após derrotar Cuba na final e conquistar a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

Assim que o jogo acabou, as jogadoras brasileiras comemoram o título ao som de "Sorte Grande", sucesso de Ivete Sangalo. E cantaram junto com a torcida o refrão da música: "poeira, poeira, levantou poeira".

As meninas do handebol também imitaram a seleção masculina de vôlei na comemoração. Elas festejaram o título dando "peixinho" na quadra, assim como os comandados de Bernardinho fazem em suas conquistas.

Regendo os aplausos da torcida e enroladas em bandeiras do Brasil, as jogadoras deixaram a quadra ao som de "Cidade Maravilhosa" antes do retorno triunfal para receberam a medalha de ouro no pódio e ouvirem o hino nacional.

"A torcida foi fundamental, foi incrível. Nunca vi uma torcida tão participativa quanto essa", disse a ponta-direita Viviane.

Durante a partida, o nome mais gritado pela torcida brasileira foi o da goleira Chana, principal destaque do país na final diante de Cuba.

"Já passei por muitas experiências na seleção, mas nenhuma significou tanto quanto esta competição. Nem mesmo a Olimpíada. Não dá para explicar com palavras. Isso só vai se repetir se acontecer um Mundial ou uma Olimpíada aqui", disse, bastante emocionada, a goleira brasileira.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

HANDEBOL : MENINAS  DE OURO CONQUISTAM   O TRICAMPEONATO

 

Com um excelente desempenho da goleira Chana, a seleção brasileira feminina de handebol derrotou Cuba por 30 a 17 e conquistou na manhã deste sábado a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. O resultado classificou o time para a Olimpíada de Pequim, no ano que vem.

 

O título no Rio de Janeiro é o terceiro seguido do time feminino de handebol do Brasil no Pan. É a primeira vez que uma equipe brasileira de esporte coletivo conquista um tricampeonato consecutivo nos Jogos. O basquete masculino pode igualar o feito se vencer no Rio.

Na disputa do bronze, realizada antes da final, a Argentina ganhou da República Dominicana de maneira sofrida, por 23 a 22.

Do time que levou o ouro no Rio, Dali, Juceli, Lucila, Milene e Viviane estavam nas conquistas de Winnipeg-1999 e Santo Domingo-2003. Alexandra, Dani Piedade, Dara, Darly e Pará foram campeãs apenas na República Dominicana, enquanto Chana venceu somente o torneio no Canadá.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NATAÇÃO :  Thiago passeia na piscina e conquista 6º ouro.

 

Houve dobradinha com Henrique Barbosa que ficou com a prata.

 

O Brasil terminou o penúltimo dia de provas da natação com uma medalha a mais do que o recorde obtido em Santo Domingo-03, quando a modalidade foi a mais vencedora do país, com 21 pódios. Os brasileiros têm, até agora, 22 medalhas (10 ouros, 5 pratas e 7 bronzes), levando-se em conta também a maratona aquática.

Neste sábado, Thiago Pereira voltou a ser o protagonista da competição e conquistou, na prova dos 200 m peito, sua sexta medalha de ouro. Com a soma, o nadador supera a marca do lendário norte-americano Mark Spitz, que levou cinco ouros em Winnipeg-67, além de ter se igualado ao brasileiro Djan Madruga, que tem seis medalhas em San Juan-79

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BASQUETE ATROPELA MÉXICO NA 2ª PARTIDA DAS  BRASILEIRAS

 

Mexicana tenta barrar jogada de Karen

 

A seleção brasileira mostrou neste sábado que também sabe jogar na defesa. Mesmo com uma atuação ofensiva sem muita inspiração, a equipe atropelou o México por 88 a 44, pela segunda rodada do torneio feminino de basquete do Pan.

A seleção novamente pecou nos arremessos de longa distância (errou 22 em 30 tentativas), também foi mal no lance livre (desperdiçou 15 em 33 arremessos), cometeu 18 erros erros e, ainda assim, não teve trabalho algum para conseguir sua segunda vitória na Arena Multiuso do Rio de Janeiro.

Como o torcedor brasileiro está acostumado a vibrar mais quase que exclusivamente com cestas, foram poucos os momentos em que o público se inflamou na partida - a maior vibração veio nos seis minutos finais, quando a pivô Ísis entrou em quadra. Mas a seleção jogou para o gasto, teve boa pontaria nos arremessos de dois pontos (aproveitamento de 64%) e dominou um adversário inferior.


 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Futebol masculino promove maior decepção brasileira  do PAN e está desclassificado

 

Uma vergonha  o que a rapazeada  do Brasil  deixou de fazer em campo, diante do Equador, que parecia estar "em casa".

 

O país é o do futebol. O Maracanã é um templo da modalidade, mas, se os cariocas pudessem esquecer da modalidade por um tempo, certamente fariam. Chegada a sua metade exata, o Pan-Americano do Rio viu na paixão nacional a maior frustração da torcida até agora.

Com garotos de 17 anos, desconhecidos a pouco tempo até dos fãs mais curiosos, o futebol masculino do Brasil chegou ao Pan erguendo à condição de estrelas adolescentes como Lulinha e os gêmeos Fábio e Rafael Silva.

Deixou o torneio neste sábado como vilão, chamado de "timinho" por uma torcida que não vê uma seleção brasileira no Maracanã há sete anos. A equipe juvenil foi eliminada por um time sub-20 do Equador, por 4 a 2, e nem mesmo o bronze vai conquistar.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

JUDÔ: EDINANCI CONQUISTA OURO E HOMENAGEIA AS  VÍTIMAS DO VÔO 3054

 

Depois de Tiago Camilo bater o cubano Jorge Benavides e conquistar a primeira medalha de ouro para o judô brasileiro no Pan Rio 2007,  foi a vez de Edinanci Silva repetir a dose e levantar o segundo ouro da modalidade.

A brasileira venceu, por ippon, a atual campeã mundial Yurissel Laborde (CUB) e se sagrou bicampeã Pan-Americana (ela já havia vencido em Santo Domingo - 2003), fato inédito no judô brasileiro. 

 

- Nós já lutamos anteriormente e, na ocasião, perdi o combate. Desta vez, consegui me destacar e sair com a vitória - explica a vencedora. 
Assim como Kaio Márcio na natação, Edinanci Silva prestou homenagem às vítimas do desastre aéreo na capital paulista.

 - Dedico essa conquista à família das vítimas do acidente aéreo ocorrido esta semana, em São Paulo.



 Resultado:

1° - Edinanci Silva (BRA)

2° - Yurissel Laborde (CUB)

3° - Marylise Levesque (CAN)

3° - Lorena Briceno (ARG) 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

JUDÔ : DE IPPON  EM   IPPON, TIAGO CAMILO CONQUISTA OURO

 

 

 

Tiago Camilo conquistou a primeira medalha de ouro do judô brasileiro nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007. O judoca derrotou o cubano Jorge Benavides na final da categoria até 90kg com menos de 30 segundos de luta. 

O atleta venceu todas as três que disputou pela pontuação máxima, o ippon. O primeiro a cair foi o porto-riquenho Alexis Chiclana; o segundo, o americano Rick Hawn; e por último, na final, o rival de Cuba.
- Nunca disputei uma competição como esta dentro do meu país. Este momento vai ficar marcado para sempre na minha carreira. Estou feliz de ter ganho o ouro para o Brasil - afirma o campeão.
Somando o tempo das três lutas, Thiago gastou menos de dois minutos para levar o ouro. 
- Só não esperava que fosse tão rápido assim. Acho que foi surpreendente. Vou levar essa lição para o resto da vida - revela.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

JUDÔ :  MAYRA É MEDALHA DE PRATA

 

JUDOCA TEM APENAS 15 ANOS DE IDADE

 

 

A jovem judoca Mayra Aguiar (categoria até 70kg), de 15 anos, ficou com a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007. Depois de passar por adversárias de El Salvador, Venezuela e pela cubana Onix Cortes, a gaúcha parou na americana Ronda Rousey.

A brasileira começou bem a luta, mas acabou levando um yuko (0010). Sem desistir, Mayra correu atrás do prejuízo e conseguiu descontar com um koka (00010) - em penalidade sofrida pela americana. O tempo passava, e a brasileira ainda precisava de mais uma pontuação para, pelo menos, empatar a luta. Na ânsia de vencer, a judoca acabou sofrendo um ippon nos segundos finais.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

SHOW  DE MARTA  E  OUTRA GOLEADA DO BRASIL

 

 

 

Com cinco gols da camisa 10 Marta, a Seleção Brasileira goleou o Canadá por 7 a 0, nesta sexta-feira, no Estádio do Maracanã, e garantiu o primeiro lugar do Grupo A nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

Com mais uma vitória, a equipe comandada por Jorge Barcellos enfrentará o México na semifinal, que ficou com a segunda colocação do Grupo B, liderado pelos Estados Unidos.

Foi a quarta goleada da equipe após vencer o Uruguai por 4 a 0, a Jamaica por 5 a 0 e o Equador por 10 a 0 na primeira fase.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

MONIQUE FERREIRA  É BRONZE NOS 200M LIVRE

 

 

A nadadora Monique Ferreira conquistou a primeira medalha brasileira desta sexta-feira na natação. Monique terminou a final dos 200m livre na terceira posição, com tempo de 2min01s38, e levou o bronze na modalidade.

A norte-americana Ava Ohlgren, cravou 2min00s03, e ficou com a medalha de ouro. A canadense Stephanie Horner bateu em segundo, com tempo de 2min00s29, e levou a prata.

Monique terminou os primeiros 50m em segundo lugar, mas foi ultrapassada pela canadense e seguiu na terceira posição até a última braçacada.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NATAÇÃO : THYAGO  APODERA-SE  DE   MAIS DOIS OUROS

 

 

 

Thiago Pereira foi mais uma vez a estrela da natação brasileira na manhã desta sexta-feira, no Parque Aquático Maria Lenk. O nadador conquistou mais dois ouros: um nos 200m medley e outro como reserva da equipe de revezamento 4x100m livre. Com as vitórias desta sexta, Thiago soma cinco ouros no Pan do Rio (200 e 400 medley, 200m costas e 4x200m e 4x100m livre), tornando-se o novo recordista brasileiro em número de medalhas douradas em uma mesma competição. O recorde anterior era de Fernando Scherer, com quatro em Winnipeg, em 1999. No feminino, Monique Ferreira garantiu mais um bronze para o Brasil nos 200m livre.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

JUDÔ : LUCIANO CORRÊA  CONQUISTA  BRONZE

 

O brasileiro Luciano Corrêa venceu o venezuelano Albenis Rosales e conquistou a medalha de bronze na categoria até 100kg do judô, nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

Faltando 2min43s, Luciano Corrêa aplicou um ippon, derrotando o venezuelano e garantindo a medalha de bronze.

Luciano afirmou após a disputa, que o intervalo entre uma luta e outra foi bom para que ele se recuperasse.

"É duro para um atleta fazer uma semifinal e ficar fora da disputa do ouro. Chorei um pouco, mas este intervalo de duas horas foi ótimo para eu poder digerir a derrota. Estou feliz agora por ter me recuperado e conseguido esta medalha. O bronze para mim valia ouro. Era ganhar bronze ou nada", disse o atleta.

O judoca agradeceu também a torcida, por apoia-lo durante todas as lutas.

"O que mais me recuperou foi a torcida gritando. Isto emociona e arrepia qualquer um", completou.

Campanha:

Na semifinal, Luciano Corrêa perdeu a luta para o cubano Oreidis Despaigne, com um ippon.

Corrêa disse que teria vencido se tivesse pegado a manga do kimono do adversário antes. "Nós dois entramos com muita vontade, só que ele matou a manga direita primeiro", explicou.

Nas quartas-de-final, Luciano Corrêas venceu, com facilidade, a luta contra o mexicano Sergio Garcia, com ippon .

Mais cedo, Corrêa venceu o argentino Orlando Baccino em uma luta acirrada. Com a vantagem de um yuko, ele também derrotou o argentino com um ippon.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Emanuel

 

 

Emanuel é um dos principais jogadores da história do vôlei de praia. Com quase 70 títulos, é o maior vencedor do Circuito Mundial. Foi eleito o principal jogador da modalidade na década de 90. A carreira, entretanto, começou no vôlei de quadra, sem muito sucesso. Ele decolou apenas quando migrou para a praia, no início da década de 90. Com o primeiro parceiro, Aloízio, conquistou em 1994 o título do Circuito Brasileiro -hoje soma seis.

Antes de formar a dupla quase perfeita com Ricardo, Emanuel teve Loiola, Zé Marco e Tande -todos excelentes jogadores- como parceiros. Não à toa, em toda sua carreira o paranaense ostenta a notável marca de oito títulos do Circuito Mundial. Só faltava mesmo vencer a Olimpíada, em que ele colecionava decepções: primeiro, com Zé Marco, em Atlanta-1996. Depois, com Loiola, em Sydney-2000.

Com Zé Marco, conquistou o Circuito Mundial em 1996 e em 1997. Ao lado de Loiola, levou o título da competição em 1999. Com Tande, foi campeão em 2001. No fim da temporada seguinte, desfizeram a dupla. Na busca do parceiro ideal, Emanuel encontrou o baiano Ricardo, um jogador que, ao contrário da maioria, já "nasceu" na praia. No fim de 2002, quando a dupla foi formada, Ricardo também colecionava títulos com ex-parceiros de Emanuel.

A dupla logo ganhou dois títulos do Circuito Mundial e foi para a Olimpíada de Atenas como favorita. Com sete vitórias em sete jogos (tendo perdido apenas três sets), Emanuel e Ricardo confirmaram o favoritismo e ficaram com a medalha de ouro, acabando com a sina do Brasil na competição.

Depois dos Jogos Olímpicos, a dupla ainda ganhou o Circuito Mundial outras duas vezes, sendo que em 2006 foi eleito o melhor jogador do campeonato. Para ficar com a vaga no Pan, venceram uma disputa apertada contra Márcio e Fábio Luiz.

"Queríamos muito essa vaga, era um sonho disputar esse Pan no Rio, competir num evento importante como esse dentro do nosso país, e conseguimos. Estou muito, muito feliz, por mim, pelo Ricardo, pela nossa equipe, nossas famílias e todos que mandaram mensagens de força, de carinho, que torceram pela gente, sempre nos dando muita força", comemora Emanuel, que namora uma das musas do voleibol brasileiro, a ex-jogadora Leila.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

MENINAS DO VÔLEI DE PRAIA ESTÃO NA FINAL E ENCARAM CUBANAS

 

 

 

As brasileiras Juliana e Larissa garantiram na tarde desta sexta-feira presença na final do torneio feminino de vôlei de praia dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro ao derrotarem as mexicanas Mayra Garcia e Bibiana Candelas por 2 sets a 0, com parciais de 21-12 e 21-13.

O jogo, tão fácil quanto os outros quatro realizados pela dupla no Pan, indicou um prestígio maior das meninas em relação à outra parceria do Brasil nos Jogos, formada pelos campeões olímpicos Ricardo e Emanuel.

Juliana e Larissa, que entraram em quadra às 16h, tiveram um público bem maior e mais animado que Ricardo e Emanuel, que às 14h derrotaram os irmãos mexicanos Ulisses e Rodolfo Ontiveros também por 2 a 0.

 

Pan faz bicampeãs brasileiras e mundiais ficarem famosas

 

Elas são bicampeãs brasileiras e bicampeãs mundiais. Mas só agora, com a exposição de mídia que recebem nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, Juliana e Larissa começam a ser reconhecidas pelo público na rua.

"Hoje fui a um salão e fui reconhecida. Até pensei: 'será que foi eu mesma que ela viu na TV?' Tinha sido", conta Larissa.

Nesta sexta-feira, quando a dupla brasileira derrotou as mexicanas Mayra Garcia e Bibiana Candelas e se classificou para a final do torneio feminino de vôlei de praia do Pan, o público que assistiu ao jogo nas arquibancadas da Arena de Copacabana era bem maior que aquele que duas horas antes viu os campeões olímpicos Ricardo e Emanuel eliminarem os mexicanos Ulisses e Rodolfo Ontiveros pelas quartas-de-final.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

VÔLEI DE PRAIA : EMANUEL E RICARDO JÁ ESTÃO NAS SEMIFINAIS

 

 

 

O sol finalmente apareceu, embora a quadra estivesse encoberta pela sombra da arquibancada. A torcida mais uma vez ficou em casa. E os adversários, de novo, não representaram perigo. Assim, os campeões olímpicos e mundiais Ricardo e Emanuel derrotaram os irmãos mexicanos Ulisses e Rodolfo Ontiveros por 2 sets a 0 (21-14 e 21-16) e se classificaram para as semifinais do torneio masculino de vôlei de praia dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

Neste sábado, em busca de uma vaga na decisão, Ricardo e Emanuel vão enfrentar os canadenses Jason Kruger e Wes Montgomery, que venceram em outra partida de quartas-de-final os costarriquenhos Jonathan Guevara e Marcelo Araya por 2 a 0 (21-11 e 21-8). Na outra semifinal vão jogar os cubanos Francisco Alvarez e Leonel Munder contra os norte-americanos Hans Stolfus e Ty Loomis.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

LEVANTAMENTO  DE PESO : BALANÇA DESTA  VEZ AJUDOU ATLETA

 

Fabrício Mafra empata com adversário em terceiro lugar e leva a medalha por ser mais leve

 

Fabrício Mafra conquistou a primeira medalha do Brasil no levantamento de peso nestes Jogos Pan-Americanos  e acabou com um jejum de 12 anos: desde Mar del Plata-1995 um representante do país não subia ao pódio. Nesta quarta-feira, o atleta levantou 338kg e ficou em terceiro lugar na categoria até 105kg.

O argentino Damián Abbiate também levantou 338kg, mas levou a pior por ser mais pesado do que o brasileiro (104,45kg a 100,75kg), o critério de desempate. Na terça-feira, a brasileira Jaqueline Ferreira perdera o bronze na categoria até 69kg pelo mesmo motivo.

- Estou anestesiado. Foi fantástico porque também bati a minha marca. Não imaginava que seria possível. Treinei dois meses e, de onde menos se esperava, a medalha veio - afirmou Fabrício, de 25 anos, prevendo um futuro de sucesso para a modalidade no Brasil - Tem uma turma forte que ainda vai dar muitas alegrias ao país no levantamento de peso.

 

O cubano Joel Mackenzie, que levantou 380kg, ficou com a medalha de ouro. O argentino Pedro Stetsiuk, com a marca de 340kg, levou a prata. O outro brasileiro na competição, Bruno Brandão, terminou o torneio em quinto lugar com 337kg.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

CIELO, MEDALHA DE OURO, VIRA GUITARRISTA VIRTUAL

 

 CIELO , O  DA  RAIA  4

 

Medalhista de ouro e novo recordista pan-americano dos 100m, o nadador brasileiro Cesar Cielo passa o tempo na vila Pan-Americana jogando muito videogame. E engana-se quem acha que ele é vidrado em jogos de esportes. Ciello é fã do game ‘guitar hero’, no qual o jogador tem que seguir notas musicais de clássicos do rock n´roll e punk rock com uma guitarra adaptada para o game.

Entre outras bandas, figuram no jogo nomes como Motorhead, Black Sabbath, Bad Religion, Ramones, Nirvana e Van Halen.

CONFIRA  O QUADRO  DE MEDALHAS

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Para rivais, Thiago é o 'Phelps do Pan'

 

Técnicos e nadadores elogiam o brasileiro após terceiro ouro no Maria Lenk

 

Por enquanto, Thiago Pereira disputou três provas neste Pan-Americano. Ganhou todas. O desempenho exemplar do nadador impressiona os rivais. Nos corredores do Parque Aquático Maria Lenk, basta pronunciar o nome "Thiago" para expressões de satisfação e elogios surgirem à vontade. Inclusive, há a corrente daqueles que consideram o brasileiro uma espécie de Michael Phelps do Pan.

O americano ganhou oito medalhas nas Olimpíadas de Atenas (seis delas de ouro). Thiago segue por um caminho parecido na competição das Américas. Ele tem a possibilidade de subir ao pódio mais quatro vezes.

- Thiago? Oh, ele é muito talentoso. O maior nadador da América Latina no momento. Daria para traçar um paralelo dele com o Phelps, apesar de os dois estarem em um patamar diferente - diz o técnico de natação dos Estados Unidos, Ron Turner.

As duas provas individuais que o fluminense de Volta Redonda nadou até o momento (400m medley e 200m costas) foram vencidas com muita facilidade. Na gíria esportiva, pode-se dizer que ele está "sobrando" no Pan.

- Ele ganha todas as provas com muita facilidade. É o grande nome da natação neste Pan - declara o nadador mexicano Luis Escobar, que competiu na maratona aquática.

O fã clube de Thiago é extenso. Enquanto ele vencia os 200m costas nesta quinta-feira, diversos atletas e treinadores comentavam nas arquibancadas a boa performance do brasileiro.

- Não há palavras para descrevê-lo. Ele é sensacional e está para o Pan assim como o Phelps esteve nas Olimpíadas de Atenas.

 

  Próximas provas de Thiago Pereira:
 
  • 200m medley

 

  • 4x100m medley

 

  • 100m costas

 

  • 200m peito

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

THYAGO, O FANTASMA DAS  PISCINAS  GANHA OUTRO OURO. É  O 3º  .

 

Derrotado nos 200m costas, Scott Clary não achou brasileiro na piscina

 

 

Nas semifinais dos 200m costas, Thiago Pereira relaxou e marcou apenas o sexto melhor tempo. Foi o bastante para o nadador americano Scott Clary apagá-lo da lista de favoritos na decisão. Entretanto, na prova desta quinta-feira, no Parque Aquático Maria Lenk, o brasileiro não apenas venceu como também sumiu do campo de visão dos concorrentes.

- Eu podia ver o canadense ao meu lado e o Lucas Salatta do outro lado. Só não pude ver o Thiago Pereira, porque estava distante, e não achava realmente que ele iria vencer. Eu o respeito muito, mas cheguei a pensar isso - diz o surpreendido Clary, que ficou com a medalha de prata.

Thiago Pereira venceu as três provas que disputou até o momento. A performance dele o fez ser denominado como "Michael Phelps do Pan" por atletas e treinadores que estão no Rio.

 

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Prata para o Brasil no oito com

 

Depois de ficar em último nos quádruplo skiff, Brasil conquista medalha na última prova

 

 

Depois de ir mal em todas as provas de remo na manhã desta quinta-feira, o Brasil conquistou a medalha de prata na última prova do dia na categoria oito com, em barco composto pelos brasileiros Renan Castro, Alexandre Ribas, Leandro Tozzo, Gibran Cunha, José Roberto Nascimento Júnior, Marcelus Silva, Anderson Nocetti, Allan Bitencourt e o timoneiro Nilton Alonço.

A última medalha de ouro do remo brasileiro em Pan-Americanos, foi em 1987, em Indianápolis (EUA). Com a prata no Rio 2007, o sonho do ouro é adiado por mais quatro anos, mas o remador Leandro Tozzo garante estar muito feliz com o segundo lugar.

- Costumam dizer que quem ganha a prata perde o ouro, mas não pensamos assim.  Esta medalha de prata vai muito além disto, tem um significado muito grande para nós - diz Leandro.

Marcelus Silva diz sentir o gosto do ouro nesta conquista.

- Estou muito contente, foi a minha segunda medalha nesses Jogos. Sempre esperamos a conquista do ouro, mas, depois de tanto trabalho e apoio da torcida, essa prata está valendo ouro - comenta Silva.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

PRISCILA MARQUES CONQUISTA BRONZE NO JUDÔ

 

 

A brasileira Priscila Marques derrotou a venezuelana Giovanna Blanco e conquistou o bronze dos Jogos Pan-Americanos na categoria acima de 78kg do judô. Com menos de um minuto de combate a atleta aplicou um ippon e levou a primeira medalha do Brasil no judô neste Pan do Rio.

Emocionada com o triunfo desta quinta-feira, a judoca agradeceu o apoio dos torcedores que estiveram ao Complexo do Riocentro e dedicou o bronze aos seus amigos.

- Fico superfeliz por estar aqui e ter conseguido esse ippon, que foi o mais importante. Foi muito bom escutar todos gritando o meu nome. Dedico isso aos meus amigos e o judô feminino do Brasil, que vai buscar uma medalha olímpica.

Empolgada com Priscila, a técnica da seleção brasileira Rosicléia Campos garantiu que essa foi apenas a primeira medalha do judô brasileiro no Pan do Rio.

- Foi o primeiro passo do judô no Pan. O nosso time precisava disso e vamos  atrás de mais títulos.

Esta é a segunda medalha de Priscila em Pan-Americanos. Em 1999, nos jogos de Winnipeg, ela também conquistou o terceiro lugar.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

JUDÔ : GABRIEL É PRATA

 

Na tarde desta quinta-feira, o judoca brasileiro João Gabriel Schlittler perdeu a luta contra o cubano Oscar Brayson em decisão polêmica dos juízes, na categoria acima de 100kg, e ficou com a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

TIRO RÁPIDO : BRASIL É BRONZE COM FERNANDO

 

 

Depois de assinalar 768.1 pontos, o cearense Fernando Cardoso Júnior conquistou a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro na modalidade do tiro rápido 25m, disputada no Centro Esportivo Deodoro, nesta quinta-feira.

O paulista Emerson Duarte, que tinha empatado com Cardoso nas preliminares com 569 pontos, acabou a competição em quinto lugar, com 755.7 assinalados.

A medalha de ouro foi para o cubano Leuris Pupo Requejo, que alcançou 784, e a de prata para o norte-americano Keith Sanderson, com 772.2.

Cardoso melhora, assim, o sétimo lugar alcançado em Santo Domingo-2003, quando ele teve problemas com a arma, nesta modalidade do tiro esportivo.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

HANDEBOL  FEMININO: BRASIL ATROPELA DOMINICANAS E DISPUTA FINAL

 

AQUI  BRASIL DERRUBA  CUBA

 

Favorita ao título, a Seleção Brasileira feminina de handebol garantiu vaga na final, após passar fácil pela República Dominicana, com vitória de 46 a 13, na tarde desta quinta-feira, no Complexo Esportivo Riocentro, pelos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

 

O Brasil terminou o primeiro tempo já ganhando com facilidade, por 24 a 6. Com defesa forte, o time brasileiro explorou os contra-ataques e não deu chance de reação às dominicanas.

No segundo tempo, as brasileiras mantiveram o ritmo e continuaram apostando nos contra-ataques. Porém, as jogadoras da República Dominicana, aparentemente cansadas, marcaram sete gols durante os 30 minutos finais e facilitaram a vitória da Seleção.

 

BRASIL VENCE DOMINICANAS

 

Na primeira fase, o Brasil teve duas vitórias arrasadoras, contra o Canadá (37 a 10) e México (38 a 15), e um jogo disputado, contra Cuba (32 a 28).

Agora, a equipe brasileira espera a partida entre Argentina e Cuba para saber o adversário da final. A disputa pela medalha de ouro será realizada neste sábado, às 10h30, no Complexo Esportivo Riocentro.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

MENINAS DO VÔLEI   PROVAM : NÃO SABEM  DECIDIR  E FRUSTRAM TORCIDA

 

DESÂNIMO ABSOLUTO

 

Com o Maracanãzinho lotado, a Seleção Brasileira feminina de vôlei perdeu para Cuba por 3 sets a 2, com parciais de 25/27, 25/22, 22/25, 34/32 e 17/15, ficando com a medalha de prata e frustrando a torcida nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

Depois de vencer apertado o primeiro set por 27/25, o time comandado por José Roberto Guimarães levou o empate no segundo, perdendo por 25/22.

CUBANAS VIBRAM E CHORAM

 

Mesmo assim, na terceira parcial, a Seleção Brasileira voltou a vencer por 25/22 e respirou na final.

 

No quarto set, a Seleção conseguiu se recuperar após estar perdendo por 18 a 13 e virou o jogo, mas as cubanas voltaram à frente e venceram por 34/32, levando a decisão para o tie break.

No quinto e último set, a equipe de Zé Roberto Guimarães chegou a abrir 14 a 12, mas permitiu o empate das cubanas, deixando a partida ainda mais acirrada.

Ponto a ponto as equipes disputaram o quinto e último set, mas quem acabou se dando melhor foram as cubanas, que viraram e fecharam com 17/15, garantindo a medalha de ouro para a seleção de Cuba.

 

Histórico perdedor

 

A Seleção não tem um bom retrospecto em partidas decisivas contra a equipe de Cuba. Na decisão do Mundial de 94, jogando no Ibirapuera, o Brasil foi derrotado por 3 sets a 0, calando o ginásio em São Paulo.

Nos Jogos Olímpicos de Atlanta-96, as brasileiras foram mais uma vez derrotadas na semifinal, assim como em Sidney-2000 e na disputa pelo bronze em Atenas-2004.

No Mundial de 98, disputado no Japão, a equipe verde e amarela também foi eliminada na semifinal pelas cubanas.

No entanto, nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg-99, a Seleção Brasileira subiu ao lugar mais alto do pódio e ficou com o ouro.

 

TORCEDOR DEMONSTRA  A FRUSTRAÇÃO DO BRASIL

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

FUTEBOL NO PAN :

 

MENINAS    10  X  0    PRA CIMA DO EQUADOR

 

 

Marta fez o quarto gol , fora o show

 

MENINOS VENCEM  POR 2  X 0  A  COSTA RICA

TORCIDA QUERIA MUITO MAIS !

 

Maicon comemora gol

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

VÔLEI DE PRAIARICARDO E EMANUEL VITÓRIA

 

Na manhã desta quarta-feira, os favoritos à medalha de ouro Ricardo e Emanuel passaram pelos argentinos Pablo Suarez e Fabio Perez, por 2 a 0, com duplo 21/16, no segundo jogo da dupla brasileira nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

 

Os poucos espectadores na arena montada em Copacabana assistiram a uma partida disputada. Com bons bloqueios de Perez, os argentinos conseguiram se manter à frente no placar até a metade do primeiro set.

A dupla brasileira modificou a tática no ataque e passou à frente para fazer 1 a 0, por 21/16. Os argentinos começaram forte também no segundo set, mantendo vantagem de um ponto sobre os brasileiros até o tempo técnico, depois de 21 pontos jogados.

Mas os líderes do ranking mundial confirmaram o favoritismo e fecharam a partida no ataque de Emanuel, novamente por 21/16.

Na última rodada da primeira fase, a ser realizada nesta quinta-feira, Ricardo e Emanuel vão enfrentar Marcelo Araya e Jonathan Guevara, de Costa Rica.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

HANDEBOL MASCULINO: UM ARRASO PRA CIMA DOS CUBANOS

 

A Seleção Brasileira de handebol masculino venceu Cuba por 35 a 26, na tarde desta quarta-feira, no Complexo Esportivo Riocentro, garantindo a primeira colocação no Grupo B dos Jogos Pan-Americanos.

 

 

Com o resultado, o Brasil obteve a vantagem de jogar contra o segundo colocado do Grupo A nas semifinais do handebol masculino

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Renzo comemora bronze e busca vaga na Olimpíada  e critica torcida que vaia adversários

 

 

O brasileiro Renzo Agresta comemorou o bronze conquistado na esgrima, nesta quarta-feira, na prova masculina individual de sabre dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

 

O esgrimista, que admitiu que vive o melhor momento da carreira, busca agora uma vaga para a Olimpíada de Pequim, em 2008, pelo ranking mundial.

"Estou muito feliz. Todos os dias, nesses dois anos que moro na Itália, eu pensava em uma medalha. Espero agora poder ir para a Olimpíada", disse Renzo, após a derrota para o canadense Philippe Beaudry por 15 a 12, na semifinal.

 

CRÍTICA

 

Apesar de agradecer o apoio da torcida que compareceu ao Complexo Esportivo Riocentro, Régis criticou o hábito dos brasileiros vaiarem os adversários.

"Não se torce contra. As pessoas só devem aplaudir, guardar a torcida para quem se gosta. Se não gosta de um atleta, que fique quieto. Quando vamos a competições lá fora, ninguém vaia os brasileiros", criticou.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

POLO AQUÁTICO : ELAS  ESTÃO NAS SEMIFINAIS

 

Após a vitória da Seleção Brasileira feminina de pólo aquático sobre Cuba por 10 a 5 e a conquista da vaga na semifinal dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, a goleira Tess Oliveira, um dos destaques da partida com grandes defesas, acredita que foi o melhor jogo do Brasil na competição.

"Eu fui bem, mas não só eu. Acho que foi o primeiro jogo que deu tudo certo. Finalmente jogamos o que sabemos. Temos uma grande chance de ganhar. Amanhã (quinta-feira) vai ser como uma final", lembrou Tess, que joga nesta quinta contra a Seleção do Canadá, que bateu as brasileiras por 5 a 2 na primeira fase.

Já Melina Teno, que marcou duas vezes nesta quarta, está confiante para a partida contra as canadenses e quer repetir o desempenho que teve contra a seleção cubana.

"É sempre bom ganhar de Cuba. Da forma que foi dá ainda mais ânimo para gente. Jogamos muito bem. Se entrarmos assim amanhã (quinta-feira), a gente consegue ganhar e é isso que vamos fazer", comentou.

O Brasil enfrenta o Canadá, valendo uma vaga na final da competição, às 18h00 (de Brasília).

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

CIELO CONQUISTA OURO E BATE  RECORDE

 

O brasileiro César Cielo confirmou seu favoritismo nos 100m livre e somou mais um ouro para o Brasil, na piscina do Complexo Aquático Maria Lenk, nesta quarta-feira. Com o tempo de 48s79, Cielo estabeleceu um novo recorde pan-americano.

O brasileiro Eduardo Deboni ficou na quarta posição, cravando 49s95, e por pouco não completou o pódio com o bronze.

O segundo colocado na prova foi o argentino Jose Meolans, com 49s42, seguido pelo norte-americano Gabriel Woodward, que terminou a prova em 49s59.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

KAIO  E GABRIEL: DOBRADINHA OURO/PRATA

Kaio Marcio foi ouro nos 100m borboleta. Gabriel Mangabeira, prata. Mas nem isso os fez esquecer a tragédia do vôo JJ 3054. Os dois ficaram muito tristes e dedicaram as vitórias aos familiares das vítimas.

- Nadamos pensando nessas pessoas. Essa vitória é para elas - diz Kaio.

Gabriel acha difícil a tragédia não ser lembrada durante o Pan-Americano.

 

 

- É muito triste ter acontecido isso. Durante os 50 segundos em que estivemos na piscina, tentamos dar uma chama de alegria para o povo brasileiro, que é tão sofrido. Gostaria de passar energia positiva para os familiares dessas vítimas.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

QUARTA-FEIRA COMEÇA COM  OURO

 

Rebeca Gusmão leva ouro e bate recordes nos 50 m livre

 

 

Rebeca Gusmão conquistou, na manhã desta quarta-feira, a primeira medalha de ouro da natação feminina do Brasil nos Jogos Pan-Americanos. Ela venceu a prova dos 50 m livre e, de quebra, bateu recordes sul-americano e pan-americano, com o tempo de 25s05. Foi a oitava medalha de ouro do Brasil no Rio.

A brasileira foi dominante desde a largada na prova mais rápida do programa pan-americano e deixou para trás a a maior ameaça ao ouro das anfitriãs. A venezuelana Alene Seneco, que nas semifinais havia batido o recorde sul-americano, ficou com a prata, com o tempo de 25s22.

Rebeca, de 22 anos de idade, está, desde Santo Domingo-2003, entre as maiores nadadoras de prova de velocidade do país. E já dizia, depois das semifinais, que precisava do título para se confirmar entre os grandes atletas da modalidade. "Esse é o meu momento, estou na melhor fase da carreira e esse é o Pan da minha vida", afirmava.

Outra brasileira na prova e que não teve bom desempenho foi Flávia Delaroli. Ela, que assim como Rebeca havia obtido índice olímpico para os Jogos de Pequim durante as eliminatórias, ficou apenas na quarta colocação, com o tempo de 25s52.

Delaroli, que se classificou para a decisão com o terceiro melhor tempo, teve desempenho decepcionante. O tempo dela foi bem inferior ao que havia obtido nas semifinais, quando cravou 25s34.

A expectativa em torno de seu resultado era grande, pois ela havia sido o maior destaque da natação feminina nas Olimpíadas de Atenas, chegando à final dos 50 m livre e terminando na oitava colocação. Além disso, chegou ao Pan como dona do recorde sul-americano, ao lado de Rebeca, com 25s17.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

UM DIA BANHADO DE OURO LEVA BRASIL

AO 3º LUGAR NO QUADRO DE MEDALHAS

 

A segunda-feira em branco foi véspera de um dia dourado para o Brasil nos Jogos Pan-Americanos. Nesta terça, a ginástica e a natação somaram seis presenças no lugar mais alto do pódio, o que deixou o país que recebe a competição em terceiro no quadro geral.

Com o excelente desempenho no dia, a delegação brasileira passou a computar 30 medalhas (sete de ouro, oito de prata e 15 de bronze). Apenas os Estados Unidos subiram ao pódio mais vezes, mas Cuba aparece em segundo por ter dois ouros a mais que os anfitriões.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Julio Almeida conquista a prata na pistola

 

Com este resultado, brasileiro consegue uma vaga para as Olimpíadas de Pequim

 

O Brasil conseguiu mais uma medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007. Desta vez foi no tiro esportivo na categoria pistola de ar 10m masculino. Julio Almeida, que se classificou para a final em primeiro lugar, perdeu para Jason Turner, seu principal adversário, no 4º tiro e não conseguiu recuperar a posição. O americano ficou com o ouro e com o novo recorde pan-americano. Assim que terminou a prova, Julio chorou muito e dedicou a conquista à sua família.

- Dedico essa medalha à minha esposa Flávia e aos meus filhos, Ricardo e Paula, porque passo muito tempo longe deles e eles sempre foram meu maior suporte na vida - diz o atirador que é major-aviador da Aeronáutica e mora na sede da Academia de Força Aérea (AFA), em Pirassununga, interior de São Paulo.

A pontuação final de Julio foi 675,9, que garantiu ao atirador a vaga para as Olimpíadas de Pequim, em 2008.

- Ganhar a medalha foi ótimo, mas a vaga nas Olimpíadas era meu grande objetivo. Estava aqui para isso - afirma o atleta.

Esta é a terceira medalha de prata de Julio Almeida em Jogos Pan-Americanos. As duas primeiras foram conquistadas no Pan de Mar del Plata, em 1995, nas competições por equipe e individual de fogo central.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NATÁLIA É PRATA NO TAEKWONDO

 

ELA FICOU TRISTE PELA MANEIRA COMO

ESCAPOU O OURO

 

A brasileira Natália Falavigna levou a medalha de prata no taekwondo na categoria acima de 67kg, no Riocentro, pelos Jogos Pan-Americanos. Ela perdeu para a atual campeã mundial, a mexicana Rosário Espinoza.

» Veja mais fotos
» Após reclamar da arbitragem, Falavigna volta atrás
»Torcida lembra de Edílson
» Falavigna questiona a arbitragem
» Mande uma mensagem

Falavigna perdeu por 2 a 1 e saiu chorando do tatame.

Ela começou a luta vencendo por 1 a 0, mas a mexicana empatou no final do terceiro round. No tempo extra, a mexicana conseguiu o ponto e conquistou o ouro.

A final da luta, a platéia vaiou a juíza e culpou a arbitragem pela derrota da brasileira.

A cubana Mirna Hechavarria Samuel e venezuelana Aura Paez ficaram com o bronze.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

DIEGO HYPÓLITO, O GRANDE HERÓI DA GINÁSTICA

 

 

O ATELTA CONQUISTOU DUAS MEDALHAS DE OURO :

NO SOLO

 

Diego Hypolito fez bonito no solo, durante a competição por aparelhos, e cumpriu a promessa de conquistar o ouro na categoria. Com uma sequência irretocável, o ginasta garantiu a quarta medalha dourada para o Brasil ,ao receber a nota 15.875. A medalha de prata ficou com o americano Guillermo Alvarez, que fez 15.625 pontos. O chileno Sepulveda Gonzalez levou o bronze com a pontuação 15.550.

A medalha de ouro é a primeira da ginástica brasileira no Pan desde 1991, quando Luísa Parente conquistou o primeiro lugar no salto e nas barras assimétricas.

 O feito de Diego é inédito para a ginástica artística masculina brasileira, que só havia conquistado duas medalhas de bronze, nas competições por equipes dos Jogos de 1979 e 1987.

 

NO SALTO

 

O brasileiro Diego Hypólito conquistou a primeira posição no salto e levou o segundo ouro na final de ginástica individual por aparelho, nesta terça-feira, nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

Segundo a se apresentar, Diego fez o um primeiro salto excelente, com um nível de dificuldade muito grande.

Mesmo pecando na queda, dando um passo para a frente, Diego Hypólito garantiu 16.125, fazendo a primeira melhor parcial.

 

 

HERÓI

 

O grande herói do dia foi Diego Hypolito, com duas medalhas de ouro, feito inédito para a ginástica masculina brasileira em Pan-Americanos, que só havia conquistado dois bronzes, nas competições por equipes dos Jogos de 1979 e 1987. Diego foi campeão no solo e no salto sobre o cavalo.

- Aqui está a recompensa deste trabalho, que foi duro, mas valeu a pena - afirmou Diego, emocionado com os aplausos do público na Arena.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

JADE   GANHA DUAS  MEDALHAS: OURO E  BRONZE

 

A medalhista de ouro na prova de salto, nesta tarde, Jade foi a primeira brasileira a se apresentar na trave de equilíbrio.

Após fazer uma entrada com um nível muito difícil, a atleta caiu da trave, acabando com as chances de medalha na prova.

 

Mesmo abalada com a queda, a brasileira fez uma excelente prova, com uma saída com duplo mortal invertido e cravada, ficando com a quarta colocação.

As norte-americanas Shawn Johnson e Anastasia Liukin ficaram com as primeiras colocações respectivamente.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

GINÁSTICA : AS MENINAS

 

Além dos ouros, um festival de bronzes

 

A terça-feira gloriosa da ginástica brasileira não se limitou às medalhas de ouro. Laís Souza faturou dois bronzes: no salto e nas barras assimétricas. A ginasta ficou surpresa com o resultado.

 

LAÍS BRILHA NAS ASSIMÉTRICAS

 

- Eu não esperava ir tão bem assim. Ganhar duas medalhas não é fácil. Treinamos muito para isso, mas às vezes falhamos também – comentou Laís, após a prova das barras.

 

DANIELE HYPÓLITO LEVA BRONZE NA TRAVE

 

A brasileira Daniele Hypólito conquistou a medalha de bronze na trave de equilíbrio, na final de ginástica individual por aparelho, nesta terça-feira, pelos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

Daniele fez uma apresentação brilhante, fazendo uma entrada e uma saída com um nível muito difícil.

Durante a performance, a brasileira fez um linha tradicional, com um nível de dificuldade médio, sem cometer nenhum erro, garantindo mais um medalha pan-americana para a família Hypólito.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

ESGRIMA : CLARISSE GANHA BRONZE PARA

O BRASIL.

MEDALHA INÉDITA PARA O  NOSSO  PAÍS

 

A carioca Clarisse Menezes entrou para a história da esgrima feminina brasileira ao conquistar, nesta terça-feira, a inédita medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos.

 

"É um feito importante. Estou feliz por isso, mas evidente que eu não gosto de perder, comentou a esgrimista.

"Ela foi superior. Eu estou feliz, pois ninguém pensava que eu chegaria onde cheguei. Sabia que seria uma luta árdua. Espero que com essa medalha aumente o número de praticantes no esporte", comentou.

A atleta perdeu na semifinal para a canadense Julie Leprohon por 15 a 6. Como na esgrima não tem disputa de terceiro lugar, a brasileira garantiu a medalha.

 

 

Clarisse, que é reserva da equipe de pentatlo moderno, chegou para as semifinais após passar pela também canadense Sherraine Schalm, detentora de duas medalhas nos Jogos Pan-Americanos.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

GINÁSTICA :

Mosiah surpreende com ouro na barra; Danilo leva bronze

 

DANILO      ;       MOSIAH

 

O ginasta Mosiah Rodrigues, 25, surpreendeu no encerramento da ginástica artística no Pan-Americano e conquistou a medalha de ouro no exercício de barra fixa. Para incendiar os torcedores que não deixaram a Arena Multiuso após a participação de Jade Barbosa no solo feminino, Danilo Nogueira ainda ganhou o bronze

O gaúcho foi o primeiro a subir no aparelho, recebeu 14,625, e viu os outros sete concorrentes falharem em superar a sua nota. O colombiano Jorge Giraldo foi quem chegou mais perto, com 14,550. Já Nogueira marcou 14,450.

"Eu sabia que eu tinha ido bem, mas precisei esperar até o fim, não dava para comemorar", comentou o ginasta, que agradeceu o apoio da torcida. "A torcida me apoiou bastante. Com certeza devo muito desse ouro para eles".

Porém, um dos técnicos dos ginastas, Renato Araújo, fez uma ressalva sobre o papel da torcida neste Jogos Pan-Americanos. "A torcida foi muito importante, pois deu confiança para os nossos ginastas. Mas fica aqui uma critica construtiva: você tem sempre que aplaudir o adversário".

DANILO



Para completar a festa, Danilo Nogueira conseguiu outra medalha, a de bronze, no mesmo aparelho. O ginasta obteve a nota 14.450.

A prata ficou com o colombiano Jorge Hugp Giraldo, que somou 14.550 pontos.


 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NATAÇÃO: BRASIL  É OURO  NO REVEZAMENTO  4 X 200M

 

 

A torcida empurrou, e o Brasil foi duas vezes ouro no primeiro dia de finais da natação no Parque Aquático Maria Lenk. Thiago Pereira venceu com tranquilidade nos 400m medley e ainda ajudou a equipe do revezamento 4x200m livre masculino a conquistar pela segunda vez o lugar mais alto do pódio na manhã desta terça-feira.

Thiago, que compete em sete provas neste Pan, dominou a final do início ao fim e ainda conquistou o recorde pan-americano (4m11s14), o anterior era de 4m15s52. O também brasileiro Diogo Yabe também fez bonito nos 400m medley e terminou na quarta colocação (4m25s18).

A outra medalha brasileira foi conquistada pelos atletas Thiago Pereira, Rodrigo Castro, Lucas Salatta e Nicolas Oliveira. A equipe do Brasil marcou 7m12s27 e garantiu mais um ouro para o país. Os EUA disputavam braçada a braçada até Nicolas entrar por último na água. Com o tempo espetacular de 1m46s63, o mineiro foi três segundos mais rápido que o americano Robert Margalis e deu a vitória à equipe brasileira dos 4x200m.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

THYAGO É OURO  NOS 400M MEDLEY

 

 

Thiago Pereira mostrou que veio com tudo neste Pan-Americano. Com braçadas fortes, o fluminense de Volta Redonda conquistou a primeira medalha de ouro da natação brasileira no torneio. O nadador bateu o recorde pan-americano nos 400m medley em mais de quatro segundos, com o tempo de 4m11s14. O outro brasileiro da prova, Diogo Yabe, ficou em quarto lugar (4m25s18).


A medalha de prata ficou com o americano Robert Margalis, com o tempo de 4m17s52. O canadense Keith Beavers fez 4m19s01 e garantiu o bronze. Thiago volta a disputar uma final ainda nesta terça-feira, com a equipe brasileira do revezamento 4 x 200m livre.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BADMINTON : Bronze com gostinho de ouro para dupla

 

Dupla masculina festeja medalha apesar de derrota na semifinal

 

A ficha ainda não caiu direito, garantem eles. Mas mesmo derrotados na semifinal desta terça-feira, a dupla de Guilhermes, Kumasaka e Pardo, tem todos os motivos para comemorar a participação nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Afinal, pela primeira vez na história o badminton do país conquistou uma medalha.

- O bronze foi para a gente como uma medalha de ouro. Sabíamos que passando das semifinais, tudo seria muito difícil. Hoje, Canadá e Estados Unidos são quase do primeiro mundo do esporte – garante Guilherme Kumasaka.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

Dupla brasileira é bronze no remo

 

Allan Bittencourt e Anderson Nocetti conquistaram a medalha de bronze na final masculina do dois sem timoneiro, nesta terça-feira, no estádio de Remo da Lagoa. Os brasileiros, em uma arrancada sensacional, superaram os cubanos Jorber Ávila e Yenser Poll nos últimos 250 metros da prova. E quase conseguiram a medalha de prata em uma disputa acirrada com os americanos Daniel Beery e Patrick O´Dunne. Os canadenses Dan Casaca e Christopher Jarvis ficaram com a medalha de ouro.

- Fizemos uma prova consciente desde o início. Começamos devagar para apertar o ritmo no fim e conseguimos a recuperação planejada. Fico muito feliz com o apoio da torcida e os aplausos após a prova foram emocionantes - diz Allan Bitencourt. 

- Ficamos treinando diariamente e a dedicação foi integral. Quando não estávamos na água, estávamos descansando. Foi um esforço muito grande e agora vimos o quanto valeu a pena - conta Anderson Nocetti.

É a segunda medalha brasileira, nesta terça-feira, no remo. Poucos minutos antes,  Marcelus Silva, de 34 anos, ganhou também ganhou o bronze na final do single skiff masculino

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

BRASIL VAI À SEMIFINAL INVICTA NOS SETS

 

SASSÁ EM PLENA FORMA

A Seleção feminina de vôlei do Brasil passou pela seleção do México com facilidade por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 25/15 e 25/17, na tarde desta segunda-feira, e se classificou para as semifinais dos Jogos Pan-Americanos do Rio em primeiro no Grupo A, sem perder um único set nas três partidas da primeira fase.

 

Com a entrada de três reservas - a ponteira Érika, a oposto Sheilla e a meio-de-rede Thaisa nos lugares de Sassá, Mari e Walewska -, a equipe brasileira abriu logo 8 a 1 no placar e precisou de 20 minutos para fechar o primeiro set por 25/16, e empolgar a torcida no Maracanãzinho.

No segundo set, as mexicanas conseguiram "equilibrar" a partida e chegaram a estar somente 6 pontos atrás no marcador. Mas o Brasil continuou com a boa apresentação e, com uma boa cortada de Sheilla na paralela, chegou ao 25º ponto, enquanto as mexicanas tinham apenas 15.

Depois de um começo ruim no terceiro set - o México chegou a estar na frente por 13 a 9 -, as jogadoras recuperaram a concentração e fecharam a partida com 25/17. Foi a terceira derrota da equipe mexicana na competição.

O Brasil enfrenta na próxima fase a seleção dos Estados Unidos, que ficou em segundo no Grupo B.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

VÔLEI DE PRAIA : JULIANA E LARISSA ESTRÉIAM COM VITÓRIA

 

O sol não apareceu. O público também não. E nem a zebra. Na manhã desta segunda-feira, na abertura do vôlei de praia nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, as brasileiras Juliana e Larissa confirmaram o favoritismo e venceram as norte-americanas Angela Akers e Brooke Niles com extrema facilidade, por 2 sets a 0, com parciais de 21-10 e 21-16.

Diante de uma dupla inexperiente, que fez o seu primeiro jogo fora de casa, as bicampeãs mundiais superaram o cansaço de uma viagem de Berlim ao Rio de Janeiro (elas chegaram na cidade neste domingo) e conseguiram a primeira vitória no grupo E da competição.

"Cansaço não existe, esquece ele. Depois a gente descansa. Hoje conseguimos colocar em quadra 70% do nosso jogo", afirmou Larissa. "Apesar do cansaço, conseguimos colocar o nosso ritmo", completou Juliana.

A decepção ficou por conta do público. Na manhã de tempo encoberto, metade dos lugares nas arquibancadas estava vazia. A torcida que compareceu à Arena de Copacabana, entretanto, incentivou as brasileiras desde o primeiro minuto de jogo.

Entenda melhor este  esporte : Aqui

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

POLO AQUÁTICO: MENINAS ASSUSTADAS COM TANTA TORCIDA

 

 

MARINA

A presença de um bom público nas partidas no Parque Aquático Julio Delamare ainda não é encarada com naturalidade pela Seleção de pólo aquático. Para o treinador brasileiro, Roberto Chiappini, a equipe não sabe como aproveitar esse apoio das arquibancadas e acaba até se complicando por conta disso.

"Essas meninas não estão acostumadas com essa torcida, pois nunca existiu esse público nos nossos jogos. Elas ficam muito ansiosas quando são partidas decisivas e, às vezes, a gente acaba se complicando", disse o comandante.

Nesta segunda-feira, a equipe brasileira viveu momentos de apuros contra Porto Rico, mas conseguiu a virada por 7 a 6 no final da partida, após estar perdendo por 6 a 4.

TORCIDA  FELIZ

"As jogadoras acabam saindo do esquema e se perdem na partida. Elas querem decidir tudo sozinhas, muito por conta da motivação que vem das arquibancadas. Temos que aprender a usar esse apoio ao nosso favor".

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NATAÇÃO: CINCO BRASILEIROS AVANÇAM ÀS FINAIS

 

REBECA GUSMÃO      E     THIAGO PEREIRA

 

Cinco brasileiros garantiram vaga em finais da natação, nesta segunda-feira, nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. As provas foram disputadas no Parque Aquático Maria Lenk e a disputa decisão acontecerá no mesmo local, na manhã desta terça-feira, a partir das 10h00 (de Brasília)  .

 

Thiago Pereira fez o melhor tempo e garantiu vaga na final dos 400m medley, cravando 4min18s93. Na mesma prova, o brasileiro Diogo Yabe confirmou vaga ao se classificar na sétima colocação, com a marca de 4min25s72.

Nos 400m medley feminino, Joanna Maranhão fez o segundo melhor tempo nas eliminatórias, com 4min46s04. A brasileira Larissa Cieslak também garantiu vaga na decisão, fazendo o oitavo tempo, com 5min04s27.

Monique Ferreira brigará por medalha na decisão dos 400m livre. A carioca garantiu a vaga ao ficar com o sétimo tempo nas eliminatórias. Já a brasiliense Manuella Lyrio, por outro lado, fez a marca de 4min23s04, que lhe valeu apenas a 13ª colocação geral, e não foi suficiente para lhe garantir uma vaga na final.

Para as semifinais da natação, mais dez brasileiros confirmaram presença. Nos 50m livre feminino, Flávia Delaroli cravou 25s35, o melhor tempo das eliminatórias na modalidade. Já Rebecca Gusmão fez o quarto melhor tempo, com a marca de 25s60, e também competirá nesta terça.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

DOMINGO FOI SENSACIONAL, MAS HOJE... LAMENTOS!

 

GINÁSTICA,VERSÃO FEMININA, DECEPÇÃO!


Daiane cortada, por contusão:

Cortada da Seleção Brasileira feminina de ginástica artística por conta de uma lesão no tornozelo, Daiane dos Santos afirmou, nesta segunda-feira, que se dependesse dela e de sua força de vontade, "poderia ser presidente", mas que isso não basta.

 

Jade "relaxou" e deixou de ganhar ao menos o bronze.

Após um quarto lugar no individual geral na ginástica artística, nesta segunda-feira, e ficar muito próxima de garantir mais uma medalha para o Brasil nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, a ginasta Jade Barbosa admitiu, emocionada, que "relaxou" nas barras assimétricas.

 

 

Daniele Hipólyto não foi páreo para adversárias.

A ginasta brasileira Daniele Hipólyto nega que o seu rendimento tenha caído nas últimas competições. Nesta segunda-feira, ela terminou na quinta posição na disputa individual geral da ginástica artística, prova em que Jade Barbosa deixou escapar a medalha de ouro no último aparelho.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NO CLIMA DO PAN :  SELEÇÃO BRASILEIRA DE

FUTEBOL LEVANTA TÍTULO DA COPA AMÉRICA

 

OS ADVERSÁRIOS : ARGENTINOS.

 

 

 

Pintado em todas as cores como 'azarão' da final da Copa América, em condição praticamente desconhecida em sua história de conquistas, o Brasil fez desabar o decantado favoritismo da então invicta Argentina na decisão no estádio Pachencho Romero, em Maracaibo. Com a vitória por 3 a 0, construída com a melhor atuação no torneio e gols de Júlio Baptista, Ayala (contra) e Daniel Alves, a seleção de Dunga conquista o bicampeonato continental, mais uma vez em cima do maior rival.

A vitória na Venezuela consolida a supremacia brasileira recente sobre a Argentina, espécie de 'freguesa' da seleção em finais. Nos últimos quatro anos, são três triunfos em decisões sobre as arqui-rivais: Copa América (2004 e 2007) e Copa das Confederações (2005).

 

ROBINHO, O ARTILHEIRO , COM 6 GOLS



"Sempre disseram que aqui tinha uma seleção praticamente medíocre. Provamos que as pessoas têm que respeitar mais a seleção porque aqui todos somos campeão", desabafou o autor do primeiro gol brasileiro em entrevista à Rede Globo.

A conquista de Robinho, Júlio Baptista e companhia é a oitava do Brasil na Copa América. Argentinos e uruguaios, com 14, seguem como os grandes vencedores na quase centenária história da competição.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

NO CLIMA DO PAN:   SELEÇÃO  MASCULINA 

DE  VÔLEI CONQUISTA PELA 7ª VEZ  A LIGA

MUNDIAL . A VÍTIMA?! RÚSSIA!

 

 

A seleção brasileira masculina de vôlei conquistou, pela quinta vez consecutiva, o título da Liga Mundial. No total, a equipe do Brasil já tem sete títulos neste campeonato, sendo seis deles sob o comando de Bernardinho. A conquista aconteceu neste domingo, após uma vitória de virada sobre a Rússia, por 3 sets a 1, com parciais de 25-18, 23-25, 26-28, 25-22

Desde 1990, o Brasil foi campeão da Liga Mundial seis vezes, sendo as últimas quatro consecutivas. Neste mesmo período, a seleção ainda conquistou dois segundos e quatro terceiros lugares na competição. Apenas a Itália foi mais vitoriosa que o Brasil, com oito títulos vencidos.

RICARDINHO, O MELHOR NA QUADRA



Já a Rússia foi a última campeã antes da seqüência brasileira, em 2002. Nos últimos 17 anos, a equipe russa esteve nove vezes entre os três melhores da competição.
 

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

DIOGO SILVA : DO MUNDO DAS DROGAS PARA  A GLÓRIA

 

ATLETA  GANHA O 1º OURO DO PAN, GRAÇAS A ELE E AO TAEKWONDO

 

 

 

CONHEÇA A  HISTÓRIA DO  CAMPEÃO:

 

Coube ao lutador nascido em São Sebastião (SP) e radicado em Londrina (PR), dar ao país o primeiro ouro dos Jogos Pan-Americanos 2007. No segundo dia com disputa de medalhas, Diogo Silva venceu a final da categoria até 68 kg, superando o peruano Peter Lopez.

Diogo começou a lutar taekwondo por idéia da mãe. "Ela me levou a uma academia e quis que eu fizesse uma luta para parar de arrumar confusão", lembra Diogo, que estava sempre brigando com os meninos de sua rua. "Eu não queria ir para o judô, queria uma luta que tivesse chutes, pontapés, mais ação. Por isso, fui para o taekwondo. Queria aprender os golpes dos atores nos filmes de luta."

Da equipe brasileira de taekwondo para os Jogos do Rio, Diogo Silva foi um dos poucos lutadores que já tinham a experiência de disputar um Pan, ao lado de Márcio Wenceslau. Em Santo Domingo-03, Diogo esteve a uma luta da final, quando foi derrotado pelo cubano Yosvani Perez em um confronto emocionante. Durante a luta, o brasileiro levou um chute no rosto que lhe abriu o supercílio e, sangrando, não conseguiu evitar que o cubano vencesse por 3 a 2. Diogo ficou com a medalha de bronze.

 



No ano seguinte, ele se classificou para as Olimpíadas de Atenas-04 e novamente chegou à semifinal. Na luta decisiva, porém, o brasileiro perdeu a medalha para o sul-coreano Myeong Seob Song. Diogo entrou para lutar vestindo uma luva preta dos Black Panthers (Panteras Negras, movimento de militantes negros norte-americanos no final da década de 60), que o juiz o fez tirar. O objetivo era protestar contra a falta de apoio do esporte no país.

"É uma luva dos Black Panthers, um sinal de protesto, da indignação. Por mais que a gente batalhe, nosso sacrifício não é recompensado. Foi meu protesto para que o Brasil veja a dificuldade que o esporte amador enfrenta. A gente merecia mais apoio do governo e dos empresários", desabafou o lutador.



Depois do bronze em Santo Domingo e o quarto lugar em Atenas, Diogo finalmente conseguiu subir ao lugar mais alto do pódio, para receber o ouro.

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

FUTEBOL DO PAN: SELEÇÃO GOLEIA HONDURAS POR 3 X 0

 

 

Comandada pelo meia Lulinha, a seleção brasileira masculina de futebol venceu Honduras por 3 x 0, no estádio João Havelange, em partida válida pela primeira rodada dos Jogos Pan-Americanos. O “dono da bola” (Lulinha) fez os três gols deste domingo.

Na próxima rodada, dia 18, o Brasil volta ao Engenhão para enfrentar o time da Costa Rica, às 15h30. Os hondurenhos encaram o Equador, no mesmo dia, às 18h15, no Centro de Futebol Zico .

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

HANDEBOL FEMININO: GAROTAS ESNOBAM TALENTO E CONQUISTAM 2ª VITÓRIA

 

A seleção brasileira feminina de handebol não encontrou dificuldades para conseguir mais uma goleada nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. No começo da tarde deste domingo, o time bateu o frágil Canadá por 37 a 10.

Com o resultado, o Brasil chega a quatro pontos no grupo B (duas vitórias em dois jogos). A seleção pode garantir vaga nas semifinais ainda neste domingo, caso Cuba confirme o imenso favoritismo que tem na partida contra o México marcada para 21h.

Considerada a equipe mais forte candidata à medalha de ouro, a seleção brasileira encerra sua participação na primeira fase nesta terça-feira, às 16h00, diante de Cuba.

"O nosso objetivo a cada jogo é fazer o nosso trabalho. Nunca pensamos no jogo de amanhã. Tentamos jogar o mais alegre possível, obviamente com muita seriedade", disse o técnico da seleção brasileira, o espanhol Juan Oliver.

CONHEÇA  A  HISTÓRIA DO HANDEBOL : Aqui

Fonte: UOL

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

HANDEBOL MASCULINO: BRASIL ESTRÉIA COM VITÓRIA

 

Seleção saúda público, após vitória

Com o seu principal jogador assistindo à partida do lado de fora da quadra, o Brasil encontrou um pouco de dificuldade, principalmente no primeiro tempo, em sua estréia no torneio masculino de handebol dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Mesmo assim, a seleção venceu o Chile por 33 a 20 pelo grupo B da competição.

Atual campeão pan-americano, o Brasil enfrentou um adversário muito inferior tecnicamente. Mesmo assim, só conseguiu deslanchar no marcador no segundo tempo de jogo. Bruno Souza, principal jogador da seleção, desfalcou o time por causa de uma lesão.

O ginásio de handebol no Complexo do Riocentro recebeu um bom público neste sábado. Apenas as arquibancadas com o preço mais alto estavam vazias. E a torcida fez bastante barulho, tanto nos ataques brasileiros quanto nas defesas do goleiro Maik. No intervalo, Cauê, mascote do Pan, entrou na quadra e foi ovacionado.

CONHEÇA  A  HISTÓRIA DO HANDEBOL : Aqui

Fonte: UOL

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

MENINAS   E  MENINOS  DA GINÁSTICA  :

MEDALHA DE PRATA E  SHOW .

 

   

 

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem

GINÁSTICA ARTÍSTICA: SAIBA OS PORQUÊS  DESTE NOME

 

 

Com origem no antigo Egito, onde se realizavam acrobacias circenses apreciadas pelo público, a ginástica passou por uma série de modificações até chegar à forma como é praticada hoje. No século 2 a.C., homens e mulheres realizavam o salto do touro, uma modalidade que consistia numa corrida em direção ao touro, em que os atletas seguravam os chifres do animal e, antes de ser lançados, executavam uma acrobacia no ar para tentar cair em sua garupa (algo semelhante ao atual salto sobre o cavalo).

Na Grécia Antiga, praticavam-se três disciplinas diferentes dentro da ginástica: manutenção física, treinamento militar e adestramento de atletas. Naquela época, os exercícios eram praticados por atletas, geralmente, despidos. O termo "ginástica" se origina do grego "gymnádzein", que significa "exercitar-se nu".

Na Idade Média, alguns elementos usados na preparação militar pelos antigos romanos, como o cavalo de madeira, escadas e outros aparelhos utilizados para atacar fortalezas inimigas foram transformados em acrobacias mostradas pelos artistas viajantes.

Na época do Renascimento, os humanistas focaram sua atenção para o desenvolvimento do corpo na juventude, incentivando as aulas de ginástica, chegando a publicar vários trabalhos escritos sobre a educação física e incluindo exercícios em aparelhos como disciplina obrigatória em colégios da aristocracia. Essas idéias pedagógicas se alastraram na Europa Ocidental, principalmente na Alemanha, onde se criou um novo tipo de escola, a "Filantropin".

 



O primeiro professor da ginástica moderna foi Johann Friedrich Simon, que lecionou em 1776, na escola de Basedow, na cidade alemã de Dessau. Porém, o educador Friederich Ludwig Jahn é considerado pai da ginástica moderna. Fundador do primeiro clube dedicado exclusivamente ao esporte, em Berlim, em 1811, Jahn valorizava a prática do esporte com exercícios que priorizavam a força física e a autodisciplina. Ele formulou ainda regras e criou aparelhos para a prática da ginástica. Em 1881, durante o 1º Congresso Internacional das Uniões Ginásticas, por iniciativa do belga N. J. Kuperus, foi criada a Federação Internacional, uma das mais antigas federações esportivas do mundo. Bélgica, França e Holanda foram os países fundadores.

Em 1896, o esporte foi incluído no programa oficial das Olimpíadas de Atenas, apenas com a participação masculina. As mulheres estrearam nos Jogos de 1928. Desde então, a ginástica artística é considerada um dos três esportes principais das Olimpíadas, junto com o atletismo e a natação. No Pan, a estréia aconteceu na edição de 1951, em Buenos Aires.

A última grande mudança no esporte aconteceu após uma série de decisões polêmicas da arbitragem na Olimpíada de Atenas em 2004. Os dirigentes resolveram fazer uma revolução na avaliação dos ginastas. A nota dez foi abolida, e o julgamento ficou mais técnico.

Editado por Vc quer Vc pode

Haloscan:

Zip Net:


Enviar esta mensagem